Paquetá e Thiago Silva: incapacidade criativa e falhas defensivas podem promover retornos na Seleção

Aos 39 anos, zagueiro do Chelsea pode voltar a vestir a amarelinha, enquanto o meia do West Ham pode herdar a vaga deixada por Neymar.
Paquetá e Thiago Silva: incapacidade criativa e falhas defensivas podem promover retornos na Seleção (Foto: Lucas Figueiredo / CBF)
Paquetá e Thiago Silva: incapacidade criativa e falhas defensivas podem promover retornos na Seleção (Foto: Lucas Figueiredo / CBF)

Diante da derrota da Seleção Brasileira para o Uruguai, na última terça-feira (17), vários questionamentos começaram a pairar sob a cabeça do técnico Fernando Diniz. Um deles diz respeito a promover o retorno do meia Lucas Paquetá ao grupo de convocados.

Vetado após o início das investigações sobre seu suposto envolvimento em um esquema de apostas na Premier League, Lucas Paquetá pode estar perto de retornar a Seleção. O meio-campista do West Ham é estimado pelo técnico Fernando Diniz, que pode enxergar nele a peça necessária para tornar o Brasil mais criativo.

“É um jogador que eu adoro. Os outros também o adoram como pessoa, isso ele me transmite também, quando assisto aos jogos dele, desde o Flamengo, que é uma pessoa muito fácil de se tratar”, iniciou Diniz sobre Paquetá. “A gente espera que tudo corra bem com o Paquetá, a gente acredita também que é o momento para ele resolver. Espero que esteja perto do fim desse problema e possa em breve convocá-lo para ele poder ajudar a seleção brasileira”, complementou.

Investigações do Caso Paquetá

Na atual temporada Paquetá tem dois gols e uma assistência pelo West Ham em dez jogos. – (Foto: Lucas Figueiredo / CBF)

Apesar da fala do treinador da Seleção, o caso envolvendo Lucas Paquetá é delicado e merece ser tratado com cuidado. Atualmente a federação inglesa de futebol (FA), que continua investigando o caso não confirmou uma data para apresentar seu parecer final.

Na atual temporada Paquetá atuou em 10 partidas pelo West Ham, onde marcou dois gols e deu uma assistência. O meia não atua pela Seleção desde junho quando foi titular na derrota por 4×2 contra Senegal. No amistoso, Paquetá chegou a marcar o primeiro gol brasileiro, antes da virada senegalesa. Pela Seleção ele acumula 42 jogos, 9 gols marcados e 4 assistências.

Neste cenário incerto, Diniz e o presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, devem se reunir ainda nesta semana para tomarem uma decisão quanto ao possível retorno do atleta, até então barrado na Seleção. Vale salientar que a próxima convocação do Brasil deverá ocorrer já na próxima semana e Paquetá pode ser uma opção para ocupar a vaga deixada por Neymar, lesionado.

Retorno de Thiago Silva?

Aos 39 anos o xerifão do Chelsea se colocou à disposição Diniz. – (Foto: Lucas Figueiredo / CBF)

Nesta quarta-feira (18), uma declaração do ex-capitão da Seleção Brasileira, o zagueiro Thiago Silva também pode tê-lo colocado na mira de Diniz. Aos 39 anos de idade, o Xerifão do Chelsea foi categórico ao afirmar que não se aposentou da Seleção e que segue à disposição para ajudar, se convocado.

“Eu não tomei decisão nenhuma (de me aposentar). Que isso fique bem claro. Não tomei decisão nenhuma de não ir para a seleção. A decisão não é minha. Estou sempre à disposição. Quando a CBF convoca, já diz na ponta da linha, convocação. Você precisa ir. Mas até o momento não fui comunicado de nada, apenas não fui chamado para essas recentes oportunidades”, declarou em entrevista concedida ao jornalista João Castelo Branco da ESPN. “Porém, se eles acharem que eu esteja em condições de poder ajudar nesse processo, com certeza eu farei o possível para poder ajudar”, complementou.

O ‘Camisa 3’ da Seleção ocupou durante anos não apenas a função defensiva, mas também o posto de liderança no grupo. Thiago Silva esteve presente em 113 jogos e três Copas do Mundo (2014, 2018 e 2022).

No Qatar o jogador liderou a equipe em 4 dos 5 jogos disputados pela Seleção. A eliminação perante a Croácia foi a última vez em que vestiu a amarelinha.

Próximos jogos do Brasil

Na DATA FIFA de novembro, o Brasil tem dois adversários de peso pelas Eliminatórias da Copa do Mundo 2026. Na primeira partida fora de casa o Brasil enfrentará a Colômbia. Na sequência será a vez da Seleção Brasileira encarar a líder Argentina no Maracanã. As partidas ocorrem entre os dias 16 e 21 de novembro e serão as últimas em 2023.

COMPARTILHE: