Palmeiras goleia no Choque-Rei com direito a redenção para Breno Lopes e golaço de Piquerez

Pior visitante do brasileirão, São Paulo tomou 5x0 do Verdão no Allianz Parque, sua a maior derrota para o rival na história da competição.
Palmeiras goleira no Choque-Rei com direito a redenção para Breno Lopes e golaço de Piquerez (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)
Palmeiras goleira no Choque-Rei com direito a redenção para Breno Lopes e golaço de Piquerez (Foto: Cesar Greco/Palmeiras)

A noite desta quarta-feira (25) foi de goleada, golaço e redenção no Allianz Parque. Palmeiras x São Paulo entraram em campo em ritmos completamente diferentes e o Verdão sobrou, aplicando 5×0 no rival, com gols de Breno Lopes, Joaquim Piquerez e Marcos Rocha.

Buscando garantir seu lugar no G4 e a vaga na Conmebol Libertadores, o Palmeiras entrou em campo no Allianz Parque decidido a vencer o Choque-Rei. Enquanto isso, o São Paulo, já garantido na competição continental após vencer a Copa do Brasil, entrou em campo sem muitas pretensões em relação ao Brasileirão.

Redenção de Breno Lopes

O Palmeiras foi melhor em campo e conseguiu superar o São Paulo ganhando por 5×0. Para isso, contou com um atacante que faz nesta temporada a clássica ‘jornada do herói’, Breno Lopes.

Herói do clube após marcar o gol decisivo contra o Santos no primeiro título da Libertadores da era Abel Ferreira, Breno Lopes passou por momentos turbulentos nesta temporada. Após uma série de críticas, o jogador chegou a fazer gestos ofensivos para a própria torcida na comemoração do gol da vitória contra o Goiás, em setembro deste ano.

Na ocasião, o jogador precisou ser contido pelos próprios colegas do elenco. O mal-estar gerado foi parcialmente resolvido, após Breno ir pessoalmente a sede de uma das torcidas organizadas do clube se retratar.

Ontem diante do torcedor palmeirense, o Camisa 19‘ teve o seu momento de redenção. No jogo, Breno não apenas foi autor do primeiro e do segundo gol, como nas duas oportunidades correu para os braços da torcida beijando o escudo do clube.

Após o jogo, o técnico Abel Ferreira foi questionado sobre o episódio envolvendo Breno Lopes e sobre a sua jornada de redenção. O treinador reconheceu que o atacante foi injustiçado também pela comissão técnica.

“Há um jogador no Palmeiras a quem eu já disse na frente de todo o grupo e digo aqui, que eu fui mais injusto, e esse jogador é o Breno. Quando olho para minha consciência, passei Kevin na frente dele, foi o jogador que mais pode dizer: o treinador comigo foi injusto”, revelou Abel.

Noite inspirada de Joaquim Piquerez

O lateral-esquerdo uruguaio Joaquim Piquerez vive no Palmeiras uma das suas melhores fases desde que chegou no clube. Titular absoluto de Abel, o jogador teve, assim como todo o time, uma baixa com a lesão de Dudu, com quem protagonizava ótima parceria pela esquerda.

Apesar disso, tem sido um dos destaques do Palmeiras na temporada com oito gols marcados, três nos últimos dois jogos. A canhota do ala uruguaio tem se mostrado um trunfo do Verdão nos chutes de fora da área.

Nesse sentido, foi dele o gol de empate contra o Boca Juniors na Libertadores. Na partida, apesar da eliminação do Palmeiras, o lateral marcou na disputa dos pênaltis, após os dois principais cobradores do clube (Raphael Veiga e Gustavo Gomez) perderem. Também saiu da sua canhota o chute do segundo gol contra o Coritiba, no Couto Pereira, no último domingo (22) pelo Brasileirão.

Contra o São Paulo, Piquerez marcou de pênalti, o terceiro gol do jogo, em falha do goleiro Rafael. Além disso, acertou um petardo no ângulo do goleiro São-paulino para fechar a goleada por 5×0, com um golaço.

“Quando é uma noite perfeita acontece. Quando chutei vi que iria pra gaveta então saí comemorando. A mensagem é que não estamos terminando como a gente quer, mas o torcedor merecia uma vitória como essa e nosso elenco também, para mostrar que somos fortes”, revelou Piquerez sobre o golaço marcado contra o São Paulo.

Classificação no Brasileirão e próximos jogos

Com o resultado, o Palmeiras ganhou uma posição e passa a ser o terceiro colocado do Brasileirão com 50 pontos. O clube segue 9 pontos atrás do líder Botafogo, que tem um jogo a menos na tabela. Enquanto isso o São Paulo segue na 10ª posição, com 38 pontos conquistados.

A equipe do técnico Abel Ferreira retorna a campo no próximo sábado (28), às 19:00 (horário de Brasília), no Allianz Parque, onde enfrenta o Bahia. Do mesmo modo, sob o comando do técnico Dorival Júnior, o Tricolor volta a campo neste domingo (29), contra o Athletico-PR, às 16:00, na Ligga Arena. Ambos os jogos ocorrem pela 30ª rodada do Brasileirão.

COMPARTILHE: