Conmebol reúne clubes e federações para garantir segurança na final da Libertadores

Foram convocados dirigentes de Fluminense, Boca Juniors, CBF e AFA para debater sobre a segurança dos torcedores no Maracanã.
Conmebol reúne clubes e federações para garantir segurança na final da Libertadores (Imagem: Reprodução redes sociais)
Conmebol reúne clubes e federações para garantir segurança na final da Libertadores (Imagem: Reprodução redes sociais)

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) convocou nesta sexta-feira (03) uma reunião de emergência na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, com dirigentes do Fluminense, Boca Juniors, CBF (Confederação Brasileira de Futebol) e AFA (Associação do Futebol Argentino). O principal objetivo do encontro é discutir medidas de segurança para evitar incidentes violentos entre torcedores, como os vistos na praia de Copacabana na última quinta-feira (02).

A Conmebol está empenhada em garantir a segurança dos torcedores e evitar a necessidade de tomar medidas drásticas, como a realização de uma final da Libertadores sem público. Tal decisão não apenas impactaria financeiramente os envolvidos, mas também mancharia a reputação do torneio, que será transmitido para mais de 150 países. A final contará com a presença de figuras proeminentes do futebol, incluindo o presidente da FIFA, Gianni Infantino, e o presidente da UEFA, Aleksander Čeferin.

A reunião, entretanto, não terá a participação de autoridades governamentais. A instituição máxima do futebol sul-americano está determinada a envolver Fluminense e Boca Juniors e suas respectivas confederações para promoverem ações afim de pacificar a situação entre seus torcedores. Alejandro Domínguez, presidente da entidade, está em constante contato com o Governador do Rio de Janeiro, Claudio Castro, e o Ministro da Justiça, Flavio Dino, para garantir a segurança do evento.

É importante observar que dirigentes do Boca Juniors expressaram insatisfação quanto à segurança de seus torcedores na Cidade Maravilhosa. Eles acusam ainda a polícia do Rio, que de acordo com a visão do clube argentino, não está dando a devida proteção a seus torcedores. Nesse sentido, como sinal de protesto, torcedores argentinos planejam realizar um “bandeiraço” na praia de Copacabana ainda nesta sexta-feira.

Fluminense x Boca Juniors

Em meio a esse clima, os elencos de Fluminense e Boca Juniors farão uma visita ao Maracanã para o devido reconhecimento do gramado. Está prevista a realização de coletivas de imprensa com os treinadores e capitães das equipes, onde é possível que ocorram pedidos por parte destes por paz entre os torcedores.

A final da Conmebol Libertadores entre Fluminense e Boca Juniors está marcada para este sábado (04), às 17h00 (horário de Brasília), no Maracanã. Em caso de empate, a partida será estendida para uma prorrogação e, se a igualdade persistir, a decisão será resolvida nos pênaltis.

COMPARTILHE: