‘Loucos de Verdade’: Uruguai x Brasil colocará frente a frente Bielsa e Diniz

Contra o Uruguai, o Brasil enfrentará o seu maior desafio até então, não apenas pela tradição, mas também pela força ofensiva.
'Loucos de Verdade': Uruguai x Brasil colocará frente a frente Bielsa e Diniz (Foto: Montagem ilustrativa)
'Loucos de Verdade': Uruguai x Brasil colocará frente a frente Bielsa e Diniz (Foto: Montagem ilustrativa)

O Brasil enfrentará o Uruguai em Montevidéu na noite desta terça-feira (17). Válido pelas Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo, o duelo está previsto para às 21h00 (horário de Brasília), no Estádio Centenário. Frente a frente, Fernando Diniz e Marcelo Bielsa devem protagonizar um jogo aberto, ofensivo e repleto de emoções.

Neste início de jornada no comando da Seleção Brasileira, Diniz teve poucos testes realmente desafiadores. A estreia com placar elástico contra a Bolívia serviu bem como primeira impressão.

Na sequência, os jogos contra o Peru fora de casa e contra Venezuela trouxeram as expectativas “de volta ao chão”. A dificuldade para construir contra times fechados e que dão pouco espaço para o “modo Diniz” de ser, destacou o fato de que muito ainda precisa ser construído.

Neste cenário, o jogo contra o Uruguai representa um teste importante a Seleção Brasileira. Não apenas pela tradição do futebol uruguaio ou pela qualidade do elenco adversário, mas principalmente pela proposta ofensiva esperada em campo.

‘Loucos’, ousados e apaixonados pelo futebol

Diniz e Seleção Brasileira

Fernando Diniz chegou a Seleção Brasileira em um cenário inusitado. Visto como um técnico de transição na Amarelinha, o treinador do Fluminense tem contrato com a CBF de um ano.

O futebol ofensivo e de muito controle da posse de bola se tornaram marcas do trabalho de Diniz por onde passou. Essa característica serviu de elemento principal para sua chegada a Seleção.

Outro aspecto diz respeito às questões psicológicas da equipe, que durante muitos anos não tiveram as devidas atenções e acompanhamentos. Visto hoje como um aspecto fundamental para atletas de alto rendimento.

Ainda muito apegado aos ‘medalhões’ deixados por Tite, o trabalho de Diniz ainda tem tido muito de controle de risco e blindagem dos jogadores. Convocações, mudanças na equipe e de postura para com os jogadores à beira de campo, levantam questões quanto ao nível de autonomia do treinador.

“El Loco” e a Celeste

Enquanto o trabalho de Diniz suscita essas questões Marcelo Bielsa, ou “El loco” como também é conhecido o técnico da Seleção Uruguaia, parece ir no sentido inverso. Com uma postura geralmente inovadora, Bielsa já mostrou ao longo de sua carreira não temer riscos.

A frente da Seleção Uruguaia, o treinador abriu mão de alguns medalhões, entre eles Cavani e Muslera. Além disso, tem orientado todo o processo de reformulação, desde a estrutura física e de base, até a Seleção principal do Uruguai.

Apesar disso seu trabalho com a Celeste também inicia com dificuldades. Após assumir a Seleção em maio deste ano, venceu dois amistosos e iniciou bem as Eliminatórias da Copa vencendo o Chile em Montevidéu.

Na sequência, a derrota para o Equador, de virada e o empate com a Colômbia no último minuto, levaram a Seleção Uruguaia ao quarto lugar na tabela. Contra o Brasil, o treinador deverá assumir uma postura ofensiva e propositiva, não apenas por jogar em sua casa, mas pelas características que busca ter em suas equipes.

Um jogo aberto entre Uruguai x Brasil

Uruguai x Brasil promete ser uma partida interessante. Com ambos os times decididos a atacar, disputar espaço em campo, controlar a bola e contra-atacar, a força ofensiva deverá nortear a partida.

Aliado a isso, algumas mudanças nas Seleções devem ser observadas. Esses elementos tornam o jogo imperdível. Uruguai x Brasil se enfrentam nesta terça-feira (17), às 21h00 (horário de Brasília), no estádio Centenário em Montevidéu. Confira onde assistir!

COMPARTILHE: