PE

Depois de quatro anos, Pernambuco termina novembro com saldo positivo em empregos

De acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) e divulgados nesta quarta-feira (27), pelo Ministério do Trabalho, o estado de Pernambuco terminou o mês de novembro com 259 novos postos de trabalho criados, um resultado muito bom para os pernambucanos e quem reside no estado, principalmente quando o país ainda enfrenta uma grande crise.

Desde 2014 que não havia um resultado tão bom assim, já que é o primeiro mês de novembro, em quatro anos, que não eram oferecidas novas ofertas de empregos. Neste final de ano, devido a grande procura por presentes de natal, a maior oferta foi na área do comércio que gerou 3.131 novas vagas.

Em segunda posição, está a indústria de transformação, foram 317 novas vagas oferecidas. E, em terceiro lugar, ficou o setor de serviços, com 130 pessoas empregadas, ainda segundo o Caged.

Saldo negativo

Para alguns, as oportunidades surgiram, para outros, não. O setor agropecuário, por exemplo, teve 3.123 pessoas desempregadas, além do setor de construção civil, que fechou 54 vagas só no mês de novembro.

Relacionando saldo positivo e negativo, no Recife, capital pernambucana, foram 2.136 novas vagas criadas com 4.309 postos fechados no município, em todos os setores. No país, em novembro deste ano, 12.292 vagas de emprego legais foram criadas. O número de contratações versus demissões somam 1.111.798 e 1.124.090, respectivamente, de acordo com o Ministério do Trabalho.

Read More...

RN

Governo do RN vai aguardar decisão do TCU sobre repasse para ajuda de pagamento de salários atrasados

Na última terça-feira (26), o governador o Rio Grande do Norte, Robinson Faria, havia pedido que o ministro Henrique Meirelles reconsiderasse a suspensão da liberação dos recursos, que seriam usados para pagamento de salários atrasados de servidores públicos – um valor de R$ 600 milhões. Porém, nesta quarta-feira (27), Faria voltou atrás no seu pedido, e resolveu aguardar a decisão Tribunal de Contas da União (TCU).

Por meio de nota, o governo do RN já informou ao Ministério da Fazenda a decisão de esperar a conclusão do TCU. O governo ainda disse que fez o registro do recurso de embargos de declaração cujo “objetivo é esclarecer a extensão da decisão do Tribunal [de Contas da União] frente à Recomendação apresentada pelo Procurador de Contas que resultou na suspensão do repasse”. O repasse emergencial só voltará a ser discutido novamente só a partir do dia 17 de janeiro, quando ministros do TCU voltam do recesso de fim de ano.

Na petição ao Ministério da Fazenda, Robison tentou argumentar que o repasse seria importante para manutenção dos serviços essenciais à população, informando ainda que a solicitação se enquadraria no conceito de “transferência obrigatória legal”.

A secretária do Tesouro Nacional, Ana Paula Vescovi informou ontem (26), que o Tesouro irá avaliar a situação fiscal potiguar e, com base no que for diagnósticado, o governo federal definirá, em conjunto com o Banco Mundial, quais são os mecanismos possíveis de serem adotados para auxiliar o Rio Grande do Norte a reequilibrar as finanças.

Diante da situação, em que o governador do RN chamou de “o pior fim de ano da história econômica do país”, o estado enfrenta é o atraso no pagamento de servidores, o que fez policiais militares, civis e bombeiros a paralisar parte de suas atividades no último dia 19. Ele ainda prometeu realizar os pagamentos do décimo-terceiro até o dia 10 de janeiro e pagar o mês de dezembro até o dia 30 de janeiro.

Read More...

Economia

Juros rotativo de cartão de crédito cai, mas ainda fica acima da média em novembro

Segundo dados divulgados pelo Banco Central nesta sexta-feira (22), no mês de novembro, os juros do cartão de crédito, na forma rotativa, teve uma baixa em relação ao mês de outubro. A taxa ficou de 333,8% e 338% dos meses respectivos. Mesmo com a queda, a porcentagem continua em alta, acima dos 300%. Em 2016, os juros chegaram a quase 500%.

A linha rotativa do cartão de crédito pode ser acionada pelo usuário que não tem condições de efetuar o pagamento total da sua fatura na data do vencimento, e não quer ficar inadimplente. Para fazer a utilização do rotativo, o consumidor pode pagar o valor mínimo, que já vem especificado na fatura do cartão, ou qualquer outro valor acima deste. Sendo que, na fatura do mês seguinte, o restante do valor é financiado juntamente com os juros do valor faltante.

Desde abril, os bancos começaram a proibir que o consumidor fique por mais de 30 dias no rotativo. A regra começou a valer em abril deste ano. Após esse prazo, as operadoras dos cartões precisam oferecer condições mais razoáveis para que o usuário consiga pagar o valor que deve, com juros mais baixos.

A taxa média cobrada no cheque especial ficou em 323,7% em novembro – mesmo patamar do mês anterior.

De acordo com o chefe do Departamento de Estatísticas do Banco Central, Fernando Rocha, a taxa de juros é referente a política monetária. “Temos redução das taxas de juros e dos spreads. Acontece para qualquer período do que você compare – no mês, no trimestre, no acumulado do ano. Isso está de acordo com ciclo da política monetária e melhora perspectivas da retomada do mercado de crédito para o próximo ano”, afirmou.

Rocha ainda explicou que, a Black Friday, do dia 24 de novembro, pode ter impactado o resultado do mercado de crédito no mês passado. “A Black Friday é um dos efeitos que ajudam a explicar. O cartão de crédito é muito usado para compras. […] Novembro tem caráter sazonal nas vendas”, disse.

Read More...

Política

Maluf é transferido para Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília

Com o pedido de suspensão de prisão negado pela presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, o deputado Paulo Maluf (PP-SP) será encaminhado, nesta sexta-feira (22), ao Centro de Detenção Provisória do Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília, depois que se submeter a exames médicos, solicitado pelo juiz Bruno Aielo Macacari, da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal (VEP-DF), devido a suas condições de saúde.

Maluf se entregou na quarta-feira (20) à PF, depois que o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin determinou que o político cumpra pena de 7 anos e 9 meses em regime fechado, sob acusação de receber propina  referente a contratos públicos com as empreiteiras Mendes Júnior e OAS.

Na quinta-feira (21), Macacari cobrou a transferência, em caráter de urgência, do deputado para o Complexo. Porém, a vara cedeu antes, a realização da pericia médica antes de comprovar de Maluf terá o direito da prisão domiciliar humanitária por ter 86 anos e problemas de saúde, como alegou suas defesas.

A carreira de Paulo Salim Maluf é marcada por diversas acusações por corrupção. Entretanto, contra ele não vigorou nenhuma condenação por prática de crimes na modalidade dolosa – quando há intenção de praticar o delito – ou enriquecimento ilícito. Até maio deste ano, quando foi condenado pelo STF por lavagem de dinheiro, pelas votações dos ministros.

 


Read More...

Notícias

Garotinho deixa Complexo Penitenciário onde estava detido no RJ

Há pouco, o ex-governador do Rio Anthony Garotinho  foi liberado do presídio, o Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na zona oeste do Rio de Janeiro. Ele foi preso em 22 de novembro, juntamente com sua esposa, a ex-governadora Rosinha Garotinho. Os crimes apontados por Garotinhos e Rosinha Garotinho, são por crimes eleitorais que incluem; corrupção, concussão, participação em organização criminosa e falsidade na prestação das contas eleitorais, cometidos por eles e toda sua equipe.

A decisão de libertar Garotinho foi determinada, na quarta-feira (20), pelo ministro e presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes. O ex-governador segue para a sua residência, bairro do Flamengo, na zona sul do Rio, segundo informações do advogado de defesa do acusado, Carlos Azeredo.

A decisão do ministro foi atendida a pedido de habeas corpus apresentado pela defesa de Garotinho e avaliou “não haver requisitos” para a prisão preventiva do ex-governador.

“Como se observa, nesta primeira parte da decisão, o TRE simplesmente relata o modus operandi dos alegados crimes praticados [organização criminosa, corrupção passiva, extorsão e lavagem de dinheiro], sem indicar, concretamente, nenhuma conduta atual do paciente que revele, minimamente, a tentativa de afrontar a garantia da ordem pública ou econômica, a conveniência da instrução criminal ou assegurar a aplicação da lei penal”.

Rosinha já havia sido liberada desde 30 de novembro, com medidas de  recolhimento noturno e tornozeleira eletrônica.

Read More...