Notícias

Garotinho deixa Complexo Penitenciário onde estava detido no RJ

Há pouco, o ex-governador do Rio Anthony Garotinho  foi liberado do presídio, o Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na zona oeste do Rio de Janeiro. Ele foi preso em 22 de novembro, juntamente com sua esposa, a ex-governadora Rosinha Garotinho. Os crimes apontados por Garotinhos e Rosinha Garotinho, são por crimes eleitorais que incluem; corrupção, concussão, participação em organização criminosa e falsidade na prestação das contas eleitorais, cometidos por eles e toda sua equipe.

A decisão de libertar Garotinho foi determinada, na quarta-feira (20), pelo ministro e presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes. O ex-governador segue para a sua residência, bairro do Flamengo, na zona sul do Rio, segundo informações do advogado de defesa do acusado, Carlos Azeredo.

A decisão do ministro foi atendida a pedido de habeas corpus apresentado pela defesa de Garotinho e avaliou “não haver requisitos” para a prisão preventiva do ex-governador.

“Como se observa, nesta primeira parte da decisão, o TRE simplesmente relata o modus operandi dos alegados crimes praticados [organização criminosa, corrupção passiva, extorsão e lavagem de dinheiro], sem indicar, concretamente, nenhuma conduta atual do paciente que revele, minimamente, a tentativa de afrontar a garantia da ordem pública ou econômica, a conveniência da instrução criminal ou assegurar a aplicação da lei penal”.

Rosinha já havia sido liberada desde 30 de novembro, com medidas de  recolhimento noturno e tornozeleira eletrônica.

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.