De acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) e divulgados nesta quarta-feira (27), pelo Ministério do Trabalho, o estado de Pernambuco terminou o mês de novembro com 259 novos postos de trabalho criados, um resultado muito bom para os pernambucanos e quem reside no estado, principalmente quando o país ainda enfrenta uma grande crise.

Desde 2014 que não havia um resultado tão bom assim, já que é o primeiro mês de novembro, em quatro anos, que não eram oferecidas novas ofertas de empregos. Neste final de ano, devido a grande procura por presentes de natal, a maior oferta foi na área do comércio que gerou 3.131 novas vagas.

Em segunda posição, está a indústria de transformação, foram 317 novas vagas oferecidas. E, em terceiro lugar, ficou o setor de serviços, com 130 pessoas empregadas, ainda segundo o Caged.

Saldo negativo

Para alguns, as oportunidades surgiram, para outros, não. O setor agropecuário, por exemplo, teve 3.123 pessoas desempregadas, além do setor de construção civil, que fechou 54 vagas só no mês de novembro.

Relacionando saldo positivo e negativo, no Recife, capital pernambucana, foram 2.136 novas vagas criadas com 4.309 postos fechados no município, em todos os setores. No país, em novembro deste ano, 12.292 vagas de emprego legais foram criadas. O número de contratações versus demissões somam 1.111.798 e 1.124.090, respectivamente, de acordo com o Ministério do Trabalho.

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.