Prefeito volta atrás e suspende reinício das aulas presenciais em Natal

julho 29, 2020 0 Por Romário Nicácio
Prefeito volta atrás e suspende reinício das aulas presenciais em Natal

Após anunciar o reinício das aulas presenciais em Natal a partir do dia 10 de agosto, a prefeitura do Natal postergou a decisão. Em nota divulgada no início da noite desta quarta-feira (29), foi citada as solicitações “de pais, professores e gestores preocupados com as possíveis consequências que a volta às aulas poderia ocasionar na saúde dos seus filhos e alunos”.

Nas redes sociais houve muitas críticas ao retorno das atividades escolares em meio à pandemia do novo coronavírus. Na publicação do Portal N10 em nossa página oficial do Facebook, um leitor comentou que acha “precipitado, pra não dizer irresponsável [a decisão de volta às aulas presenciais], não tenho coragem nesse momento de deixar um filho meu ir a escola.”

Uma nova data para o reinício das aulas presenciais ainda não foi divulgado e, ainda de acordo com o comunicado, “seguem em observação os dados epidemiológicos na cidade e a definição de protocolos para a volta às atividades escolares”.

Confira a nota na íntegra:

“Em razão de solicitações que recebeu durante todo o dia de pais, professores e gestores preocupados com as possíveis consequências que a volta às aulas poderia ocasionar na saúde dos seus filhos e alunos, embora tenha tido um posicionamento, com base em dados estatísticos e epidemiológicos, a princípio favorável do comitê científico municipal, o prefeito Álvaro Dias, sensível aos apelos que lhe foram dirigidos, decidiu postergar a definição da data de retorno das aulas presenciais. Até lá, seguem em observação os dados epidemiológicos na cidade e a definição de protocolos para a volta às atividades escolares, sempre com a máxima preocupação com a preservação da vida humana, como tem sido pautada a atuação da Prefeitura no enfrentamento à Covid-19 desde o início da pandemia.”

Com base nas quedas dos índices de contágio da Covid-19 na cidade, a Prefeitura havia decidido autorizar a retomada da rede particular a partir do próximo dia 10 de agosto. Já no sistema público de ensino do Município, as aulas seriam retomadas a partir do dia 14 de setembro. A decisão contou com o parecer favorável do Comitê Científico instituído pela própria Prefeitura.