Destaques, Tecnologia

Ataque hacker expõe mais de 770 milhões de e-mails

Um pesquisador de segurança digital revelou a maior invasão de dados da história, o que se sobrepõe a qualquer outra ação similar cometida até agora. Esse roubo de dados expôs mais de 770 milhões de emails e 21 milhões de senhas exclusivas .

A interceptação, apelidada de “Collection #1”, contém 2.692.828.238 linhas de dados brutos de milhares de fontes diversas em potencial, de acordo com o especialista Troy Hunt.

No total, existem 1.160.253.228 combinações exclusivas de e-mails e senhas contidos em mais de 12.000 arquivos separados, que constituem 87 GB de dados de texto bruto.

Hackers-2

O ‘hack’ é considerado o maior roubo de dados na história, e o número de pessoas afetadas é superado apenas por dois incidentes do Yahoo em 2013 e 2014. “Ele se parece com um conjunto de locais totalmente aleatórias para maximizar a quantidade de credenciais para alcance de ‘hackers’ ”, disse Hunt à Wired. “Não há padrões óbvios, apenas uma exposição ao máximo”.

Os dados incluem senhas criptografadas anteriormente que foram forçadas e convertidas em texto bruto, e os arquivos mais antigos datam de 2008. As informações não foram liberadas para venda, mas foram simplesmente enviadas para a nuvem MEGA e depois para um fórum popular. de ‘hacking’.

Como resultado desse vazamento, há um alto risco de casos do chamado ‘preenchimento de credenciais’ , um ataque cibernético que consiste em usar um programa malicioso para inserir automaticamente várias combinações de e-mail/senha em uma tentativa de inserir a conta pessoal de uma ou outra pessoa.

A boa notícia é que a coleção não parece conter dados de cartões bancários ou números de seguridade social. Hunt recomenda checar o serviço “Have I Been Pwned” para saber se seu e-mail foi vítima de “hacking”.

Se encontrarmos nosso e-mail na lista, o que é muito provável, o especialista recomenda usar um gerenciador de senhas ou mesmo recorrer ao método rudimentar, mas eficaz, de escrever nossas senhas no papel. “Pode ser contrário ao pensamento tradicional, mas escrever senhas únicas em um livro e mantê-las dentro de uma casa fisicamente fechada é melhor do que reutilizar a mesma senha em toda a Internet”, escreveu Hunt em seu blog.

Read More...

Destaques, Educação

5 dicas para usar a nota do Enem no Sisu

A divulgação do resultado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) está prevista para sexta-feira, dia 18. Quatro dias depois, na terça-feira, começam as inscrições pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu) Neste ano, 129 instituições de ensino superior públicas oferecem 235 mil vagas. E a nota no Enem é o pré-requisito para quem deseja uma dessas vaga.

Com tantas opções, a oportunidade para estudar de graça numa universidade pública pode estar onde menos se espera. Para ajudar o candidato a escolher seu curso e faculdade e elevar a chance de êxito neste processo, a plataforma Quero Bolsa desenvolveu o Simulador de Nota de Corte. Nele, estão reunidos todos os dados que o candidato precisa para avaliar as notas de corte nas instituições, incluindo o comportamento das notas nos últimos processos seletivos, as notas de corte média e mínima no Estado de interesse, assim como a menor nota de corte para o curso pretendido em todo o Brasil. O site também exibe a relação de universidades que oferecem o curso pretendido com a nota de corte em cada campus e turno. 

Por onde começar

Com a nota em mãos, o estudante que pretende estudar numa instituição pública deve seguir o passo a passo abaixo para aumentar a chance de encontrar uma vaga.

  1. Faça uma lista de faculdades do seu interesse, a partir da relação apresentada pela Ferramenta de Nota de Corte. Adote critérios como qualidade do curso, proximidade, facilidade de acesso e o que mais considerar importante.

  2. Verifique a nota de corte de cada uma delas e compare com a nota obtida no Enem.

  3. Divida a lista em dois grupos. No primeiro, liste as faculdades mais desejadas cuja nota de corte está um pouco acima da nota obtida no Enem. No segundo, instituições com nota de corte igual ou inferior.

  4. Durante o período de inscrição no Sisu (22 a 25 de janeiro), preencha o cadastro indicando como primeira opção uma das faculdades do grupo um e como segunda opção uma do grupo dois.

  5. Acompanhe diariamente a variação das notas de corte informada pelo portal do Sisu e ajuste suas escolhas para ter sempre uma faculdade dos sonhos com chance de ingresso na primeira opção e outra com alta probabilidade de aprovação na segunda. Depois é só torcer para ser selecionado.
  6.  

Outros dois simuladores desenvolvidos pelo Quero Bolsa podem ajudar quem não conseguir ingressar no ensino superior via Sisu. São as ferramentas para calcular as notas de corte para obtenção de bolsas pelo Programa Universidade para Todos  (Prouni) e para financiamento estudantil pelo Fies, além da ferramenta de busca por bolsas de estudo na rede privada.

Read More...

Mundo

Microsoft destina US$500 mi para construção de casas nos EUA

(ANSA) – A Microsoft anunciou nesta quinta-feira (17) um investimento no valor de US$500 milhões para a construção e manutenção de moradias públicas na região de Seattle, nos Estados Unidos.

De acordo com o jornal norte-americano “New York Times”, os investimentos serão destinados para a região de Redmond. Cerca de US$25 milhões do montante irá priorizar a situação de sem-tetos.

A Microsoft tem uma sede no local e pretende expandi-la. A ideia é de que o valor possa auxiliar seus mais de oito mil funcionários a encontrarem uma casa perto do local de trabalho.

A medida é uma iniciativa da companhia de Bill Gates para reduzir as desigualdades na área em que as grandes empresas de alta tecnologia estão concentradas.

Read More...

Destaques, Educação

Consigo cursar duas faculdades ao mesmo tempo?

Enquanto milhares de estudantes sonham com a graduação há alguns que conseguem conciliar dois cursos ao mesmo tempo. Foi o que aconteceu com analista de eficiência energética Nara Marambaia. Aprovada no primeiro vestibular para Urbanismo, no ano de 1996, ela decidiu tentar, no ano seguinte, uma vaga para Arquitetura. Passou e teve que administrar as demandas de dois cursos simultaneamente. “A rotina acadêmica foi pesada. Tinha aula das 7h às 20h e virava muitas noites para fazer trabalhos e estudar”, recorda. 

O mais difícil foi conciliar estágio com as duas graduações. A solução para dar conta de tantas atividades foi reduzir a carga horária em uma faz faculdades. O esforço valeu a pena já que a dupla graduação torna o currículo mais competitivo e otimiza o período necessário a uma qualificação mais completa. “A dupla graduação tem vantagens pela complementariedade dos cursos, maior abertura para o mercado e mais opções de áreas de trabalho”, lista.

Entre os benefícios da dupla graduação estão a otimização do tempo, capacitação para o mercado de trabalho e ampliação da área de atuação. Apesar de ser uma experiência enriquecedora, conciliar duas faculdades requer organização, planejamento e muita dedicação. Além disso, há algumas ressalvas para quem deseja seguir esse percurso. Confira algumas dúvidas comuns: 

Posso fazer duas faculdades públicas ao mesmo tempo? 


De acordo com a Lei 12.089 de 2009, o estudante não pode ocupar duas vagas simultaneamente em uma instituição pública. Ou seja, não é possível fazer dois cursos de graduação na mesma universidade ou em instituições públicas distintas. 

O impedimento também vale para os interessados em frequentar dois cursos de graduação ao mesmo tempo pelo Prouni. Isso porque o governo estabelece que só é permitido cursar a graduação em seus programas educacionais do ensino superior, como o Sisu e Prouni, caso o estudante não esteja matriculado em outro curso superior. O aluno pode realizar a matrícula e pleitear uma bolsa do Prouni mesmo estando matriculado em uma faculdade pública mas, sendo aceito, terá que optar entre um dos cursos.

Quem já está matriculado em uma faculdade particular pode concorrer ao Programa Universidade para Todos para conseguir uma bolsa parcial ou integral das mensalidades. No entanto, formados pelo Prouni não podem pleitear uma nova vaga pelo programa. 

Como fazer duas faculdades ao mesmo tempo?


Ingressar em um programa de dupla formação é uma opção para quem deseja realizar as duas graduações simultaneamente. O projeto foi criado em 2004 com o intuito de acelerar a formação dos estudantes que sonham em cursar duas graduações. A dupla diplomação permite estudar as disciplinas comuns às duas áreas ao longo dos primeiros semestres para, em seguida, cursar as disciplinas específicas de cada uma das formações. O projeto, no entanto, é destinado à áreas que são consideradas complementares e possuem alguma relação entre si, como Administração e Contabilidade, Engenharia Civil e Arquitetura, Administração e Economia, entre outras.

Se você já cursa uma faculdade pública, ou até mesmo particular, pode optar pela segunda graduação em uma faculdade particular contando com apoio de uma bolsa de estudo do Educa Mais Brasil, maior programa de inclusão educacional do país. Para isso, basta realizar a sua inscrição no site www.educamaisbrasil.com.br. Os descontos podem chegar a 70% do valor das mensalidades. 

Read More...

Destaques, Tecnologia

Mais de 52 milhões de brasileiros compraram pela internet em 2018

Previsão é que, em 2022, 40% das compras sejam feitas por dispositivos móveis no país

Mais de 52 milhões de brasileiros fizeram compras on line em 2018. Publicado pela Ecommerce Foundation, o relatório de Comércio Eletrônico da estima que, em três anos, este número ultrapasse a casa dos 60 milhões. “O mercado e-commerce está em expansão, crescendo em grande escala. É uma área que quase todas as empresas precisam usar para vendas e até mesmo vitrine dos seus produtos de forma on-line”, explica o professor e Analista de Sistemas da Unifacs, Alex Coelho.

Empresas que atuavam somente com compras físicas, estão apostando em um novo ambiente para incrementar as vendas: o e-commerce. Empresários vem investindo nas vendas virtuais que trazem resultados reais. Além de otimizar processos, conquistar novos públicos e, consequentemente, clientes, é possível melhorar significativamente os resultados da organização.

Foi assim que o empresário Maurício Lassmann, juntamente com sua equipe, decidiu entrar para o mercado do mundo virtual. Inicialmente, eles decidiram colocar na prateleira da Internet apenas um produto de suas tantas criações: o VaralMix. “Primeiramente, patenteamos e, logo após, criamos o site apenas com esse produto. Quero começar com o mercado local, fiz parceria com uma empresa de entrega”, detalha Lassmann.  

Foi atuando no ramo da construção civil que o empresário vislumbrou uma oportunidade de negócio. A ideia criativa surgiu para otimizar o espaço restrito das áreas de serviços dos imóveis atuais. “Criamos um varal de parede que, depois de estender as roupas, pode ser recolhido junto à parede, liberando espaço na área de serviço. O produto agrega ainda espaço para organizar os produtos de limpeza”, explica orgulhoso o idealizador do invento.

A expectativa do empresário é que este produto diferenciado gere grandes movimentações do mercado e-commerce. “Ter uma ideia não é muito simples e colocá-la em prática é outra tarefa bem trabalhosa. Vender é um outro ciclo. São muitas etapas que precisamos vencer”, avalia.

Quanto mais o mercado do e-commerce aquece, maior a necessidade de profissionais capacitados nesta área. Alguns dos cursos que têm registrado aumento da procura são Gestão em E-commerce, Gestão em Comércio Eletrônico e Análise de Desenvolvimento de Sistemas. Os graduandos tornam-se especialistas no gerenciamento de lojas virtuais. “Tem muito mais vagas, do que profissionais capacitados para trabalhar na área de e-commerce”. A dica para as pessoas que estão buscando investir nesta profissão é investir em formação adequada, atualizar-se constantemente e estar sempre preparado para as novas oportunidades.

Bolsas de estudo para se capacitar

Ficou interessado pela área? Você pode estudar Gestão em E-commerce e Gestão em Comércio Eletrônico com bolsas de estudo com até 70% de desconto com apoio do Educa Mais Brasil. Acesse o site www.educamaisbrasil.com.br.

Read More...