Vasco vence e fica a uma vitória de sair do Z-4

Vasco vence e fica a uma vitória de sair do Z-4 (Daniel Ramos / Vasco)

Sofrido, disputado e tenso assim foi a partida entre Vasco x Cuiabá, na noite desta segunda-feira (26) pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro 2023. Longe da sua torcida e de São Januário, a segunda vitória do Cruzmaltino no campeonato veio pelo placar mínimo, mas representou um alívio gigante para os torcedores da equipe carioca.

A estreia do técnico interino Wiliam Batista não poderia ser melhor, vitória por 1×0 para deixar o Vasco a três pontos da saída da zona de rebaixamento. O resultado é ainda mais importante diante da fase ruim contra a qual o time vinha lutando.

Em uma sequência de seis derrotas seguidas, o Vasco precisou ir ao estádio Luso-Brasileiro, na Ilha do Governador para conquistar sua “primeira vitória em casa”. A última vez que o time tinha conquistado os três pontos tinha sido na primeira rodada da competição como visitante contra o Atlético-MG.

Desde então o time vinha sofrendo duros golpes dentro de campo. Sendo o último deles contra o Goiás, em um jogo que não apenas terminou em confusão como pois fim ao trabalho do técnico Maurício Barbiere.

Com a vitória o Vasco ganha uma posição e sobe para 18º colocado, apenas três pontos atrás do 16º colocado e primeiro time fora da zona de rebaixamento, o Cuiabá.

Como foi Vasco x Cuiabá?

Melhores momentos de acordo com a detentora dos direitos de transmissão

Em um jogo sem o barulho da torcida, outros sons acabam se destacando. Os pedidos de bola na área, chute para o gol, e comunicação entre jogadores e técnicos ficaram ainda mais claros para os espectadores. Assim o Vasco embora não tenha ouvido o som dos cantos de apoio dos seus torcedores, ouviram três outros sons decisivos para o resultado.

Um tanto “desconfiado” e com ambas as equipes se estudando muito, assim foi o primeiro tempo da partida. Enquanto o time liderado pelo técnico Antônio Oliveira buscava pressionar e conseguir criar mais oportunidades na partida. A equipe do técnico interino Wiliam Batista parecia jogar mais leve e também mais ofensiva, principalmente em momentos de transição de jogadas. Desse modo as emoções maiores e o sons mais importantes ouvidos e não ouvidos durante o jogo ocorreriam mesmo na segunda etapa da partida.

Assim aos 27′ minutos do segundo tempo, após Figueiredo receber a bola na esquerda e ganhar na ultrapassagem, Raniele derrubou o jogador vascaíno na área. Apesar disso o esperado apito do árbitro Rafael Klein não foi ouvido, para o desespero dos vascaínos. Isso pois o árbitro não viu penalidade no lance em um primeiro momento.

Contudo, dois minutos depois, o alívio para os donos da casa, virou desespero para os visitantes. Após revisão do VAR, Rafael Klein decidiu marcar a penalidade máxima. Assim seu apito autorizando a batida seria o segundo som mais importante do jogo para o torcedor Cruzmaltino.

Isso diante daquele que seria o mais importante som do jogo. O barulho sutil e inconfundível da bola na rede. O gol marcado por Jair no pênalti cobrado no ângulo aos 31’ minutos do segundo tempo foi decisivo para a vitória do Vasco.

Na comemoração, a emoção era inevitável, afinal o grito de Jair estava também entalado na garganta dos jogadores e torcedores do Gigante da Colina. Assim após os “intermináveis oito minutos de acréscimos“, finalmente o Vasco voltaria a vencer no Brasileirão. Final Vasco 1×0 Cuiabá!

Vitória longe da torcida

Técnico interino do Vasco Wiliam Batista – Reprodução Vasco TV

Após a partida o estreante na função, o técnico interino do Vasco, Wiliam Batista, que aos 30 anos de idade atua como técnico da base do clube, falou sobre a vitória longe da torcida do Vasco.

É ruim para caramba não ter a torcida do Vasco. Ter ela do nosso lado vai ser sempre muito melhor. Eu queria ter feito a minha estreia com São Januário lotado. Não foi possível, mas acho que em energia e em espírito todos estavam aqui”, destacou o técnico.

Para a partida, Wiliam Batista escolheu um vídeo do ícone do automobilismo brasileiro e mundial, Ayrton Senna. A ideia era segundo ele passar aos jogadores a mensagem de que a cada rodada o time poderiam conquistar posições como o saudoso piloto brasileiro conquistava ultrapassagens.

Hoje na preleção eu mostrei o vídeo do Ayrton Senna, ele larga em quarto, perde a quarta posição vai para quinto, e depois ultrapassa todo mundo na primeira volta. Eu falei para eles que hoje, nos estruturamos a nossa ideia e essa seria a nossa primeira curva. Nos faríamos a primeira ultrapassagem e foi o América [América-MG], então agora nos jogos seguintes vamos ver como vai ser para a gente continuar a nossa corrida”, comparou.

Ainda de acordo com o jovem treinador, o seu trabalho no ânimo da equipe foi no sentido dos atletas melhor aproveitarem o jogo. A iniciativa pareceu dar certo. De fato atletas que pareciam mais pesados animicamente, estiveram mais leves em campo.

A ideia ficou mais evidente na segunda etapa, quando o time passou a tocar mais a bola e construir jogadas com base na posse da bola.

“Acho que quando o jogador consegue aproveitar, disfrutar do que ele está fazendo, ele está mais próximo da sua melhor versão. Fiz um pedido especial para os jogadores, que eles disfrutassem do jogo, que disfrutassem quando tivessem que defender, quando tivessem de tirar uma bola e ajudar o Léo Jardim, quando tivessem de atacar e que disfrutassem muito quando o jogo estivesse difícil. Acredito que isso foi bem executado por eles”, concluiu.

Próximos jogos Vasco e Cuiabá

Agora o Vasco retorna a campo contra o Botafogo no estádio Nilton Santos, neste domingo (02), às 16h00 (horário de Brasília).

Enquanto isso no mesmo dia, o Cuiabá recebe o Santos na Arena Pantanal, às 18h30 (horário de Brasília). Ambas as partidas acontecem pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro 2023.

COMPARTILHE: