Fluminense perde para o The Strongest e embola o grupo D

Fluminense perde para o The Strongest e embola o grupo D - Reprodução Libertadores

Na noite desta quinta-feira (25), pela copa Libertadores da América, o Fluminense perdeu para o The Strongest em La Paz. Com o resultado, o Tricolor continuar em primeiro lugar no grupo, mas vê sua distância para o segundo colocado reduzir para 3 pontos.

Antes o último time com 100% de aproveitamento na Libertadores, o Fluminense viu a marca alcançada nos primeiros três jogos cair junto com sua invencibilidade na competição. Assim, derrotado em La Paz pelo The Strongest por 1×0, o time do técnico Fernando Diniz sentiu o peso de jogar no estádio Hernando Siles na altitude de 3.625m acima do nível do mar.

Diante do “Tigre”, como é conhecido o time boliviano, os reservas do Fluminense jogaram como “gatinhos”. Contudo, “caíram de pé”, e o Tricolor Carioca continua líder do grupo.

Único titular a iniciar a partida, o goleiro Fábio, que se tornou o brasileiro com mais jogos pela Libertadores (91 no total), foi um “leão” na defesa do gol tricolor, agarrando 10 dos 11 chutes na meta. Não por acaso, o brasileiro foi eleito o melhor da partida.

Como foi o jogo?

A princípio com uma equipe alternativa, o Fluminense foi a campo em La Paz para um jogo que já se anunciava difícil. Nesse sentido a altitude da cidade boliviana pesou para o time de Fernando Diniz. Dessa maneira, a equipe brasileira claramente iniciou em uma rotação um pouco abaixo do adversário.

Em contrapartida, o The Strongest, ciente da dificuldade dos times brasileiros em jogar sob os efeitos de grandes altitudes, partiu para cima desde o primeiro minuto de jogo.

A iniciativa ofensiva não demorou a dar frutos e logo aos 4′ minutos de partida, o time da casa abriu o placar com o atacante Enrique Triverio. Após cruzamento rasteiro de escanteio do meia Ortega, o atacante não perdoou e mandou para as redes do goleiro Fábio, surpreendendo toda a defesa Tricolor.

Contudo, essa seria a última bola que passaria pelo goleiro do Fluminense. As tentativas seguintes de Ortega, três vezes, e Queiroga no primeiro tempo não passariam pelo guardião Tricolor.

No segundo tempo, Diniz mandou a campo Jhon Arias no lugar de Gabriel Pirani, buscando dar ao time mais velocidade e força ofensiva. Porém, sem sucesso, apesar de ter a maior posse da bola, o Fluminense pouco construiu e das oitos finalizações que conquistou na partida, nenhuma alcançou a meta adversária.

A noite só não acabaria com placar maior, graças a Fábio, que ainda faria mais três defesas milagrosas no segundo tempo. Final The Strongest 1×0 Fluminense.

Próximo jogo do Fluminense

Poupados na Libertadores, os titulares do Fluminense voltam a campo às 16h00 (horário de Brasília), neste domingo (28), pelo Brasileirão. O diversório será o Corinthians, que joga na Neo Química Arena, na capital paulista.

COMPARTILHE: