“Casa voadora” será o futuro da arquitetura graças à nova tecnologia

A nova onda de “máquinas voadoras” têm inspirado uma nova proposta arquitetônica: Uma casa voadora que evita as consequências de terremotos e inundações através de levitação por energia eletromagnética.

Nos últimos anos, Greg Henderson, fundador da empresa de inovações Pax Arx, tem trabalhado com um grupo de inventores para desenvolver o que ele chama de “magnetic field architecture” (MFA, ‘arquitetura de campo magnético’), tecnologia eletromagnética que pode fazer os objetos flutuarem, inclusive as enormes construções arquitetônicas.

Esta ideia já foi utilizada pela Arx Pax na criação dos skates voadores hoverboards. Um sistema semelhante foi utilizado no desenvolvimento dos trens Maglev de alta velocidade. Em uma entrevista a “Forbes”, Henderson explica: “A ideia veio de tentar levitar os edifícios durante os terremotos. Todos os padrões que estavam sendo analisados correspondiam a objetos em movimento. Então eu me perguntei, por que isso? Se eu posso fazer que um trem levite, por que não uma casa? “.

Henderson explica ainda que a criação desta nova tecnologia envolve um pouco de electromagnetismo e lei de Lenz. A empresa planeja construir edifícios em uma placa de cobre ou alumínio com ímãs. Em caso de terremoto, os ímãs são ativados e fazem a propriedade levitar ligeiramente, o que evitaria as consequências de tais catástrofes naturais.

 

você pode gostar também

Deixe um comentário

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!