Tecnologia

Xiaomi anuncia que seus smartphones vão deixar de ser “tão baratos”

A Xiaomi sempre foi caracterizada por preços muito acessíveis em seus produtos. Anteriormente, a empresa já havia informado que a margem de lucro de seus smartphones não ultrapassaria os 5%, algo que levantou questões sobre como ela iria trazer lucro para seus investidores – uma vez que a empresa está no mercado de ações.

Agora, o CEO da Xiaomi, Lei Jun, anunciou que os smartphones da Xiaomi poderiam ter seus preços aumentados num futuro próximo. Lei afirmou: “Na verdade, queremos nos livrar desta reputação que nossos telefones custam menos de 2.000 yuan (R$ 1.156,80). Queremos investir mais e fazer melhores produtos”.

Lei também revelou que esta poderia ser a última vez que os preços dos smartphones da empresa ficariam abaixo dos 3.000 yuan (R$ 1.735,20), aparentemente referindo-se à marca Mi. “No futuro, nossos telefones podem ficar mais caros, não muito, mas um pouco mais caros”, acrescentou.

Por enquanto, a Xiaomi parece estar levando essa ideia – de aumentar o preço, um pouco devagar. O Mi 9, que foi lançado em 20 de fevereiro, inclui três câmeras traseiras, um poderoso chip Qualcomm Snapdragon 855 e carregamento sem fio, mas o preço é extremamente mais baixo se compararmos com outros aparelhos com iguais especificações.

Read More...

Tecnologia

Mark Zuckerberg promete “maior privacidade” no Facebook

(ANSA) – O fundador e CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, anunciou que está focado em tornar o Facebook uma plataforma concentrada tanto na privacidade quanto na confidencialidade.

A declaração foi publicada na conta oficial do norte-americano, que também divulgou a possibilidade de integrar o Messenger e o WhatsApp.

“Permitiremos enviar mensagens para seus contatos usando cada um de nossos serviços e queremos oferecer a possibilidade de escolher como alcançar seus amigos entre as plataformas. Em seguida, planejamos que estenda essa interoperalidade ao SMS também”, explicou.

Para Zuckerberg, “uma plataforma de comunicações com foco em privacidade se tornará mais importante do que as plataformas abertas”. “As pessoas têm a liberdade de serem expostas e se conectarem de maneira mais natural, por isso as redes sociais são desenvolvidas”. Ele ainda escreveu em seu perfil que pretende possibilitar pagamentos on-line “de forma privada e segura”, além de garantir que as mudanças sigam os gostos dos internautas.

“Hoje em dia já vemos que as mensagens privadas, os stories efêmeros e os pequenos grupos são de longe os formatos de comunicação online que crescem mais rápido“, acrescentou. Por fim, o fundador da rede social admitiu que a reputação do Facebook não é a melhor em relação à privacidade. “Nós mostramos repetidamente que podemos evoluir e criar os serviços que as pessoas querem”.

A declaração foi uma resposta às diversas críticas de que o Facebook foi alvo após o escândalo de vazamento e manipulação de dados.

Read More...

Aplicativos, Destaques

WhatsApp desenvolve recurso que pede permissão a usuário para ser adicionado em grupo

O WhatsApp vai permitir aos usuários o gerenciamento de convites antes de serem adicionados a grupos. O recurso, no entanto, ainda está em desenvolvimento e só vai aparecer inicialmente na nova versão beta em aparelhos da Apple. Posteriormente, a funcionalidade deve ser liberada para aparelhos com sistema Android.

O usuário que decidir restringir quem pode o convidar receberá um pedido para entrar no grupo e será criado um chat onde terá a opção de rejeitar ou aceitar. A solicitação será válida durante 72h dentro do aplicativo. Caso não aceite, não será possível receber mais de dois convites de um mesmo grupo.

Como configurar?

É muito simples. Primeiro você precisa ir na opção de Configurações -> Conta -> Privacidade e por fim, em Grupos. Ali você vai ver que dá para escolher quem você permite que já coloque automaticamente em grupos, podendo ser “Todos”, “Meus Contatos” ou “Nenhum”. Nunca é demais lembrar que o recurso, inicialmente, está liberado apenas para a nova versão beta em aparelhos da Apple.

Se você escolher “Nenhum”, qualquer pessoa que queira te adicionar em um grupo vai ter que te mandar primeiro um convite e você poderá recusar ou aceitar. Se escolher “Meus contatos” isso só acontece se a pessoa não estiver na sua lista de contatos, mas quem está pode te adicionar automaticamente, ok?

Curtiu a novidade? Ao menos agora dá para se livrar de grupos que só enchem o WhatsApp de mensagens ou que ficam ali tomando espaço!

Read More...

Destaques, Tecnologia

Conheças as principais características do JavaScript

Se você tem interesse em investir na carreira de programador, então certamente vai adotar no seu vocabulário diário a palavra JavaScript. Essa linguagem de programação é muito famosa quando o assunto é a criação de sites.

A linguagem JavaScript, criada pelo desenvolvedor Brian Eich em 1995, atualmente está no mesmo nível de importância da linguagem CSS e do HTML. Graças ao JavaScript os sites adquirem mais funcionalidades, facilitando a interação com o usuário.

Por ser uma linguagem voltada para a web, grande parte dos navegadores que utilizamos para acessar a internet já contam com estruturas e motores voltados para funcionamento do JavaScript.

No entanto, é sempre bom esclarecer: ainda que os nomes sejam semelhantes, JavaScript é diferente da linguagem Java.

JavaScript no seu dia a dia

Quem atua no ramo da programação é requisito básico saber como funciona e para que serve essa linguagem de programação.

Por outro lado, mesmo quem não trabalha como programador, mas usa diariamente a internet (ou seja, boa parte da população mundial), se depara com o JavaScript no seu dia a dia.

Por ser uma linguagem voltada para a web e ser muito importante para os navegadores, ele é praticamente onipresente na internet. Sendo assim, não se surpreenda ao perceber que a maioria dos sites conta com JavaScript em seus sistemas.

Por isso, se você pretende criar um blog para a sua empresa, ou quem sabe até investir na administração de uma loja virtual, lá vai estar o JavaScript para ajudar você, ainda que você não saiba.

Até mesmo os imbatíveis WordPress e Joomla!, duas das mais importantes plataformas para a criação de projetos web utilizam recursos do JavaScript em sua estrutura.

Nos sites e páginas da web, o JavaScript entra em cena realizando uma série de tarefas importantes, tais como adquirir e enviar informações importantes do navegador do usuário, bem como validar formulários antes de enviar para o servidor.

E você sabe aqueles detalhes interativos que aparecem em alguns sites, tais como jogos, recursos multimídia e elementos animados? Pois então, tudo isso é mérito do JavaScript.  

JavaScript no mundo dos games

Se você pretende investir em um projeto web voltado para games, além de ter que utilizar uma hospedagem VPS, que traz uma série de benefícios para esse tipo de empreitada, certamente você vai se deparar com a linguagem JavaScript.

No caso o VPS (Servidor Virtual Privado) é vantajoso para projetos que envolvem games online, pois ele conta com recursos importantes para o bom funcionamento de sites com elevado volume de tráfego.

Já a linguagem JavaScript, diante da sua versatilidade em relação a elementos interativos e animados em sites, é bastante recomendado para o desenvolvimento de games.

Nesse caso, é possível contar com frameworks de JavaScript destinados especialmente para a elaboração de jogos. O Phaser, por exemplo, é um desses frameworks.

As características básicas da linguagem JavaScript

Os motivos que tornam essa linguagem uma das mais utilizadas e conhecidas no ramo da programação são vários. Veja mais a seguir!  

Baseada em objetos

Devido a essa característica, não se torna complicado para o usuário se adaptar a essa linguagem.

A grande parte das propriedades de um objeto na linguagem JavaScript pode ser enumerada por meio de uma estrutura baseada em repetição “for… in…”.

Funcionalidade

A linguagem JavaScript apresenta funções de primeira classe, funções aninhadas e fechamentos. Cada uma delas conta com as suas características específicas.

Versatilidade

Pode ser aplicada em projetos em Desktop e também para dispositivos móveis. Atualmente, em que a tecnologia mobile é importante para o êxito de muitos projetos web, o JavaScript ganha ainda mais relevância.

Como aprender e dominar os conceitos da JavaScript

Se você é um profissional da área da programação ou apenas um entusiasta do assunto, vale lembrar que se a sua intenção é aprender como utilizar essa linguagem, existem várias possibilidades.

Além disso, antes de se aventurar no maravilhoso mundo do JavaScript, é importante já possuir uma noção básica de programação, especialmente conhecendo alguns outros programas, tais como o HTML e o CSS.

Por se tratar de uma linguagem muito famosa e tão influente nos mais variados projetos web, existe um vasto material a respeito dela, tais como blogs, e-books, vídeos e artigos.

Há também apostilas e outros tipos de conteúdo fora da web que podem ser de grande auxílio em seus estudos. Além disso, existem cursos online de programação que certamente irão abordar o tema JavaScript.

Conclusão

Seja na criação de um site, um blog ou até mesmo para o bom funcionamento de uma loja virtual, a linguagem JavaScript marca presença.

Por essa razão, profissional ou não de programação, vale a pena saber como é o funcionamento e como essa linguagem poderá trazer vários benefícios para o seu projeto web.

Read More...

Aplicativos, Destaques

WhatsApp limita reenvio de mensagens para combater fake news

O WhatsApp anunciou nesta segunda-feira (21) que seus usuários poderão encaminhar mensagens para apenas cinco contatos, de pessoas ou grupos. A medida reforça a política anunciada em 2018 pela empresa, de limitar os encaminhamentos a 20 destinatários. As ações são voltadas para combater a difusão de notícias falsas, as famosas fake news.

A previsão da companhia é lançar ainda hoje a atualização – que reduz o número de pessoas que podem receber a mesma mensagem ao mesmo tempo. A nova versão será lançada primeiro para aparelhos com sistema Android e depois para iOS.

O limite a cinco contatos já havia sido imposto a usuários na Índia em julho do ano passado, após uma série de linchamentos e homicídios provocados pela difusão de boatos pelo aplicativo.

O WhatsApp, que tem 1,5 bilhão de usuários, está tentando encontrar formas de impedir o uso indevido do aplicativo, em meio a preocupações globais de que a plataforma está sendo usada para disseminar notícias falsas, fotos manipuladas, vídeos fora de contexto e boatos transmitidos por mensagens de áudio.

A encriptação de ponta a ponta do aplicativo permite que grupos de centenas de usuários troquem textos, fotos e vídeo fora do alcance de checadores de fatos ou mesmo da própria plataforma.

Read More...