Tecnologia

Envio de selfies para cadastro? Cuidado!

Com o mundo cada vez mais conectado, alguns serviços online de pagamento e até mesmo bancos solicitam que os clientes confirmem sua identidade enviando uma selfie segurando um documento de identidade (RG ou CNH) no momento da abertura de uma conta bancária ou na emissão de um cartão de crédito. Essa é uma maneira prática utilizada por prestadores de serviços para autenticar a identidade dos clientes e evitar deslocamentos demorados e filas de espera.

Porém, não são apenas sites legítimos e de boa reputação que estão atrás dessas selfies. Os cibercriminosos também estão se aproveitando desta conveniência para efetuar fraudes por meio de enviar e-mails de phishing se passando por um banco, empresa de pagamentos ou rede social. Essas mensagens fraudulentas pedem que o usuário confirme sua identidade por meio de um link e usam a desculpa de um novo processo de “segurança”. Ao clicar, a vítima é levada a uma página com um formulário que solicita informações pessoais, como endereço, número de telefone, etc., bem como o upload de uma selfie com um documento de identidade oficial visível – e até mesmo foto de cartão de crédito ou passaporte.

“Não é de se espantar que os cibercriminosos têm utilizado as mais diferentes maneiras para enganar os usuários”, alerta Fabio Assolini, analista sênior de segurança da Kaspersky. “Neste caso, com os dados das vítimas em mãos, eles podem criar contas bancárias visando a troca de criptomoedas, por exemplo – que servirá para lavar dinheiro de suas atividades. Além disso, é importante frisar que uma selfie com um documento de identidade tem um valor muito alto no mercado negro em comparação com uma imagem digitalizada do mesmo documento”.

Pensando nisso, a Kaspersky separou sete dicas para que os usuários possam analisar detalhadamente os e-mails que recebem e não serem vítimas desse tipo de fraude:

  1. Erros gramaticais e ortográficos
    É muito provável que o texto do e-mail enviado bem como as informações disponibilizadas no link tenha erros gramaticais, palavras omitidas e erros de ortografia. Por isso, sempre pergunte: sites oficiais e e-mails de grandes organizações têm erros gramaticais e ortográficos?
  2. Endereço do remetente é suspeito
    Esses e-mails geralmente vêm de endereços registrados em provedores gratuitos ou pertencem a empresas que não têm relação nenhuma com a mencionada no corpo da mensagem. Verifique de onde vem a mensagem e para onde o link leva.
  3. Nome do domínio não corresponde
    Embora o endereço do remetente pareça legítimo, é provável que o host do formulário de phishing esteja hospedado em um domínio mal-intencionado ou não relacionado. Às vezes, o endereço pode ser muito parecido (mas ainda assim existem diferenças); em outros, a diferença é notória. Um exemplo é uma suposta mensagem do LinkedIn que, por algum motivo, convida os usuários a fazer upload de uma foto no Dropbox.
  4. Prazo de entrega é muito curto
    Muitas vezes, os autores desses e-mails tentam por todos os meios apressar o destinatário e, por exemplo, eles afirmam que o link expirará após 24 horas. Os cibercriminosos frequentemente recorrem a essa técnica já que a falsa sensação de urgência faz com que muitos usuários ajam sem pensar. É melhor quebrar o prazo do que enviar seus dados para os cibercriminosos.
  5. Solicitação de informações já enviadas
    Sempre verifique se já tiver fornecido pelo menos algumas das informações solicitadas – por exemplo, endereço de e-mail ou número de telefone. No caso dos bancos, sua identidade foi confirmada quando você abriu a conta. Então, por que você teria que verificá-la novamente sob o pretexto de uma “segurança adicional”?. Neste caso, é importante procurar informações no site oficial da empresa.
  6. Solicitações ao invés de ofertas
    Muitas soluções oferecem opções avançadas – incluindo de segurança – em troca de informações pessoais; mas na sua conta pessoal na web, não por e-mail. E, normalmente, é uma oferta que pode ser recusada. Porém, na forma em que o link de e-mail fraudulento é enviado, há apenas um botão como se sugerisse que não há outra opção além de enviar uma selfie. Em caso de dúvida, ligue para o atendimento ao cliente. Mas não use o número fornecido na mensagem: encontre-o no site oficial da empresa.
  7. Não há informações sobre isso no site oficial
    Na verdade, você pode já ter confirmado sua identidade em redes sociais, bancos e outras empresas há algum tempo. No entanto, essa é a exceção e não a regra. Os detalhes do que está acontecendo, caso precise confirmar novamente, devem estar disponíveis no site oficial do serviço e deve ser fácil encontrá-los no Google.

Além disso, para evitar que cibercriminosos roubem a identidade pessoal de usuários, é importante tomar cuidado com todas as solicitações de dados, especialmente quando há documentos envolvidos. É importante utilizar uma solução de segurança confiável com proteção contra phishing e fraudes online, como o Kaspersky Total Security.

Read More...

Tecnologia

iPhone 8 é o aparelho mais protegido no 1º semestre de 2019

Levantamento feito pela BemMaisSeguro, corretora de seguros on-line especializada em proteções para eletrônicos, confirma a fama que os donos de iPhone têm de serem brand lovers da marca: no 1º semestre do ano, 50% dos seguros comercializados pela companhia foram para os aparelhos da Apple. O líder do ranking é o modelo iPhone 8 Plus 64 GB, responsável por 28% de todas as proteções contratadas para iPhones na corretora.

Lançado em 2017, o aparelho custa a partir de R$ 4.599,00, de acordo com o preço sugerido pela própria fabricante, em torno de 14% do valor do bem, o que configura um investimento vantajoso ao consumidor.

Já 64% dos seguros para proteção de smartphones da Samsung foram para o Galaxy S10+, o último modelo lançado pela fabricante sul-coreana. A marca é a segunda que mais teve aparelhos segurados pela BemMaisSeguro no primeiro semestre de 2019.

O desempenho da Motorola no levantamento acompanha o nível de atividade da companhia no mercado. A marca foi a terceira que mais teve aparelhos protegidos com as soluções da BemMaisSeguro, com os cinco primeiros aparelhos da lista tendo sido lançados em 2018, ano em que a companhia trouxe ao Brasil 17 novos smartphones.

Outro dado de destaque é o volume de proteções contratadas para aparelhos da Xiaomi, fabricante chinesa que retomou as operações no Brasil em junho. A marca foi a quarta mais segurada no 1º semestre do ano, tendo representado 8% das contratações no período.

Na lista dos aparelhos mais segurados aparecem também modelos antigos de outras marcas, o que reforça a tendência de que o brasileiro tem preferido postergar a troca de seus smartphones enquanto a atividade econômica segue instável.

Read More...

Tecnologia

10 jogos clássicos sobre cassinos dos videogames

Desde que os jogos de videogame começaram a se popularizar, eles apostaram nos mais diversos gêneros e estilos, incluindo também os jogos de apostas, que variam desde simuladores com elementos de RPG ou jogos que apenas replicam a experiência de uma caça de jogos real. Pensando nisso, decidimos selecionar dez jogos relacionados a cassinos lançados para videogames.

1 – Casino Games (Sega Master System)

Começando com um videogame que fez parte da vida de muitos brasileiros, o Casino Games é um jogo desenvolvido pela Compile e lançado em 1989, contendo cinco jogos em apenas um cartucho.

São três card games: Poker (ou pôquer bastante conhecido mundialmente), Blackjack e Baccarat, e dois jogos de Arcades: Slot Machines e Pinball, todos com o objetivo de simular os jogos de cassino em Las Vegas.

Basicamente você escolhe um protagonista masculino ou feminino e começa com 500 dólares dentro do “Club Sega”. O jogador deve vencer diversos jogos e vencerá caso chegue a US$ 1,000,000.

2 – Casino Tycoon (PC)

Diferente do anterior, o Casino Tycoon é um simulador onde você assume o papel de empresário do ramo, com o objetivo de ser o primeiro empreendimento de jogos a conseguir um ranking de cinco estrelas ou ganhar 50.000 libras.

A ideia é controlar todos os aspectos de um cassino, como contratar funcionários, adquirir novas máquinas de jogos, e ter “tino para negócios” com o objetivo de realizar um negócio lucrativo.

Os gráficos para os padrões de hoje estão bem datados e as poucas opções de customização podem fazer muitos jogadores “torcerem o nariz”. Mesmo assim, ele é divertido e possui um nível de dificuldade baixo, o que pode ser atraente para jogadores novatos.

3 – Hard Rock Casino (PlayStation 2, PC, PSP e Mobile)

Lançado para diversos dispositivos de sua época, o Hard Rock Casino é uma série de jogos em que todos compartilham de um mesmo nome. A versão de PC, por exemplo, inclui diversos jogos como Blackjack, Craps, Keno e Pôquer, enquanto a edição para dispositivos móveis inclui também as máquinas de caça-níquel. Ambas possuem funcionalidades semelhantes a cassinos online.

Já a edição para o Playstation 2 se diferencia das demais por contar com um protagonista, personagem customizável, e também uma historinha que vai se desenrolando ao longo das jogatinas. Basicamente, a ideia é ir vencendo e ganhar dinheiro o suficiente para ganhar popularidade e ir para o próximo cassino. Por fim, a edição para PSP inclui a opção multiplayer.

4 – Caesars Palace 2000 (Playstation, PC, Dreamcast)

Este é um jogo lançado em 1999 que conta com onze jogos de cassino, todos seguindo as regras típicas do Caesars Palace que fica em Las Vegas. Além dos tradicionais jogos como pôquer e baccarat, este também conta com jogos como roleta e até mesmo apostas relacionadas a jogos de baseball.

Na época,a ideia dos desenvolvedores da Rage Software era criar “o jogo de cassino mais realista já feito até então”. Para isso, todos os 23 minigames disponíveis foram licenciados pelo já citado Caesars Palace.

5 – High Stakes Gambling (GameBoy)

Lançado em 1992 para o antigo GameBoy, este se diferencia dos outros por se passar durante a grande depressão dos anos 30. Você assume o papel de um agente secreto chamado Pete Rosetti, que precisa fazer com que várias pessoas envolvidas na Máfia sejam detidas.

Para isso, é necessário disputar contra os criminosos diversos jogos de cassino, incluindo blackjack e poker. No entanto, à medida que os mafiosos vão perdendo as apostas, eles começam a fazer diversos tipos de trapaças para tentar manipular o jogador e ganhar as apostas.

6 –  King Cashing: Slots Adventure (iOS)

Este é um game desenvolvido pelo estúdio canadense Production Multimage Inc em 2011 que incorpora elementos de RPG com cassinos online, tornando uma experiência bastante singular e, ao mesmo tempo, com toda a cara de jogos de cassino.

Devido a sua boa receptividade, chegou a ganhar uma sequência em 2013, que melhora todos os aspectos do jogo original, incluindo gráficos de ponta (para a época), e um estilo de histórias em quadrinhos que dá uma identidade bastante única ao título.

7 – Las Vegas Cool Hand (Gameboy Color)

Mais um compilado de vários jogos de cassino, este é um game desenvolvido pela Take-Two Interactive e lançado em 1998 para o Gameboy Color. Contando com diversos jogos de cartas e um modo tutorial bastante explicativo, ele é ideal para iniciantes.

Além disso, o jogo conta com gráficos legais considerando o poder do portátil, assim como uma trilha sonora bem bacana.

8 – Trump Castle I, II, III (DOS)

Bem underground, Trump Castle é uma série de jogos desenvolvidos pela Capstone Software, sendo o primeiro vindo em 1989 e o último em 1993.

Todos se passam dentro do castelo de Trump, em um hotel-cassino localizado em Atlantic City, em Nova Jérsei, e inclui diferentes jogos de cassino. Foi o primeiro jogo a ter o nome de Donald Trump associado, e a ideia era promover o resort do magnata e atual político americano.

Do resto, é um jogo de cassino bastante tradicional, com versões virtuais de Blackjack, Pôquer, Máquinas de Caça Níquel etc.

9 – Vegas Dream (NES)

Lançado para o Nintendinho 8 bits pela HAL Laboratory, que anos mais tarde ficaria famosa por lançar os jogos de Kirby e também de Super Smash Bros, o Vegas Dream é um game que te dá a opção de acompanhar uma história através do modo que compartilha o nome do jogo, ou apenas ir direto para os jogos.

O protagonista começa com um orçamento de $ 700 e deve jogar uma série de jogos em um hotel localizado na fictícia HAL Palace Hotel, que fica em Las Vegas. Ao longo do game você terá interações sociais como se fosse um jogo de RPG, com direito a arrumar casamentos e viver uma vida de alguém que gosta de realizar suas apostas.

10 – Vegas Stakes (SNES)

Continuação do jogo anterior, este é um dos jogos de videogames mais famosos relacionados a cassino. Lançado também para o Gameboy, o jogador vai para Las Vegas com um orçamento de $ 1000, e deve sair de lá com $ 10 milhões.

A medida que o jogador vai avançando no game, ele passará por um total de cinco cassinos. Assim como seu predecessor, o jogo também conta com interações sociais, com direito a viagens, conversas e outros.

Com bons visuais e uma boa trilha sonora, Vegas Stakes é um jogo divertido e oferece uma boa variedade de minigames de cassino.

Read More...

Tecnologia

Saiba por que a proteção do seu smartphone começa no bolso

Colocar e tirar o celular do bolso: já reparou quantas vezes por dia fazemos isso? Apesar de trivial, é esse movimento um dos grandes responsáveis pelas famosas quedas do aparelho no chão e danos que afetam o seu desempenho. O lado bom é que cuidados simples previnem essa situação e prolongam a vida útil de um smartphone.

Como medida básica, evitar pegar no telefone com as mãos molhadas ou sujas de qualquer substância que possa diminuir o atrito do tato com o objeto, fazendo-o escorregar. Pela característica lisa da carcaça do telefone e até pelo seu peso, fica mais difícil mantê-lo preso às mãos em situações como essa, além de que o próprio líquido em si, dependendo de sua composição, tem potencial de se infiltrar no aparelho e danificar seu sistema.

Outra precaução importante é lembrar de não colocar no mesmo bolso o smartphone e as chaves de casa ou do carro. A superfície rígida e ao mesmo tempo fina do metal pode arranhar a tela do aparelho, fazendo-o perder a sensibilidade ao toque, além de prejudicar a experiência de uso, ao deformar imagens.

Esses danos, apesar de fáceis de serem reparados, podem tirar o aparelho de uso por alguns dias para o devido conserto. No contexto atual, em que o celular assumiu um papel importante de apoio ao dia-a-dia das pessoas, é um tempo que nem todos dispõem.

Além desses cuidados, é importante lembrar de proteger o aparelho com um seguro que ofereça coberturas adequadas ao perfil de uso. A BemMaisSeguro, corretora especializada em proteção para smartphones e equipamentos eletrônicos, oferece uma cobertura específica para danos líquidos e quebra acidental, que realiza o reparo de forma fácil e conveniente ao segurado: a companhia recebe os aparelhos danificados pelos Correios, os conserta e depois os envia de volta ao cliente.

Read More...

Tecnologia

5 Fatos que você não sabia sobre lojas virtuais

O mundo se transformou e continua se transformando. As pessoas aos poucos vão substituindo o contato humano pelo contato digital. Empresas novas surgem e outras desaparecem a todo instante.

Estamos vivendo uma nova Era, a Era da transformação digital. O smartphone praticamente mudou a vida das pessoas: os seus hábitos, a sua maneira de comprar, inclusive a sua maneira de ler.

Há 15 anos atrás quem imaginaria que diversas editoras e jornais de grande circulação iriam decretar falência? Quem imaginaria que as videolocadoras iriam simplesmente desaparecer, quando estavam atravessando o auge do sucesso?

O e-commerce hoje é uma realidade. Uma realidade que não para de crescer a cada ano, e que continuará crescendo pelos próximos longos anos antes que uma nova forma de comércio surja em nosso planeta.

Contudo, existem alguns fatos que você não deve saber sobre as lojas virtuais. E que são extremamente necessários para quem está entrando nesse mercado que representa o futuro que já começou.

Compras por Smartphone não param de crescer

Apesar do notebook ou desktop serem as plataformas mais utilizadas ainda para a realização das compras online, o Smartphone aponta como uma tendência de mercado cada vez maior.

74% das pessoas usam o aparelho para realizar pelo menos um dos passos necessários antes de realizar uma compra online. Entre os mais jovens, o uso do smartphone para realizar todo o processo de compras é ainda maior.

O interessante, é que a classe social mais baixa como a C, D e E usam o aparelho como principal ferramenta para realizar as suas compras online.

É importante enaltecer que essas classes sociais, antes da chegada do smartphone, tinham um acesso mais restrito à internet, e por isso, não realizavam compras online até meados dessa década. Uma realidade que vem se transformando.

Dessa maneira, quando pensamos em loja virtual precisamos nos adaptar ao futuro. Deixá-la navegável para o acesso dos celulares, inclusive com a criação de aplicativos móveis que facilitam a vida do usuário.

Construir uma loja virtual é mais fácil do que se pode imaginar

Um outro fato curioso, é que muitas pessoas ainda não sabem o que é e-commerce acreditam que construir uma loja virtual é um processo trabalhoso e custoso. E por essa razão prorrogam a entrada da sua empresa na internet.

A verdade, é que com o crescimento cada vez maior da tecnologia, milhares de plataformas surgiram para auxiliar os empreendedores na construção de suas lojas virtuais, facilitando assim, suas vidas.

Nesse sentido, hoje, construir uma loja virtual é bem mais barato e menos trabalhoso do que você pode imaginar. Sendo que, inclusive algumas plataformas disponibilizam ferramentas que deixam o seu site navegável tanto para notebook quanto para Smartphone.

Dessa maneira, escolher uma boa plataforma para findar uma parceria e começar o seu negócio na internet, é muito mais do que um diferencial competitivo na atualidade. É uma necessidade cada vez maior para que sua empresa continue viva dentro do mercado.

Você pode ter clientes no mundo todo

Essa é sem dúvida alguma uma das maiores dúvidas que as pessoas têm. E, sim, é possível vender para o mundo todo através de uma loja virtual, respeitando as documentações necessárias para isso.

Os correios possuem um sistema específico para entregas no exterior, e o Brasil possui uma infinidade de incentivos para quem deseja exportar, inclusive com isenção do ICMS (Imposto sobre circulação de mercadorias e serviços).

Algumas documentações são necessárias para a concretização desse tipo de transação, como a Fatura proforma, o conhecimento de embarque, e alguns documentos técnicos sobre o produto dependendo do país.

Entretanto, uma loja virtual bem trabalhada em diversos idiomas é uma verdadeira porta de entrada para a realização de vendas no exterior, aumentando o faturamento da sua empresa de forma exponencial.

Você tem muito mais segurança financeira

Era comum até bem pouco tempo atrás ouvirmos a palavra inadimplência. Afinal, as empresas ao concederem crédito para seus clientes acabavam correndo riscos no momento de receber.

O varejo físico sempre foi marcado por vendas no crediário, ou até mesmo vendas com cheque pré-datado. E quando o cliente não honra com seus compromissos, a empresa pode inclusive ir à falência.

Já, no comércio virtual essa é uma realidade muito rara. Pois, a maioria das empresas realizam as suas vendas de forma bastante segura. Isso acontece porque as plataformas normalmente disponibilizam opções seguras de recebimento.

Podemos citar o Paypal como uma opção bastante segura para as transações online, bem como o recebimento através das empresas de cartão de crédito que também disponibilizam essa modalidade para as empresas.

Então, é possível vender para o mundo todo com uma loja virtual, tendo uma verdadeira segurança em relação ao recebimento, evitando possíveis perdas financeiras que possam vir a comprometer o seu negócio.

O Marketing é muito mais barato

Um outro fato que pouca gente sabe é que o marketing digital é muito mais barato do que o marketing tradicional.

Lembram como era caro fazer uma propaganda na televisão? E uma propaganda no rádio? Nos jornais? E até mesmo em carro de som? Em virtude do alto custo muitas empresas acabavam desistindo de divulgar o seu negócio.

No entanto, divulgar um produto, ou até mesmo a própria loja virtual na internet é bem mais em conta, e pode alcançar um número muito maior de pessoas se souber usar a criatividade e os canais digitais.

Existem inúmeras possibilidades de divulgar a sua loja virtual, podendo usar o Facebook, o Instagram, o Youtube, o WhatsAPP, um blog, ou até mesmo google para ganhar visibilidade e tornar-se conhecido.

Muitas empresas criam o próprio canal no Youtube, desenvolvem artigos para alcançar as primeiras posições do google, e usam corretamente as hashtag para alcançar um número maior de clientes no Instagram.

Claro que algumas propagandas possuem um custo, todavia, esse custo é bem inferior ao custo de uma propaganda na televisão ou na rádio, e é esse um dos principais motivos que fazem o marketing digital ser mais barato.


Agora que você já sabe esses 5 fatos curiosos sobre as lojas virtuais chegou o momento de tirar o seu projeto do papel e começar a trabalhar a realização do seu sonho, expandindo os seus projetos.

Read More...