Após adotar tom pacificador, Talibã atira em manifestantes pacíficos e agride jornalistas

Após adotar tom pacificador, Talibã atira em manifestantes pacíficos e agride jornalistas

Após adotar tom pacificador, Talibã atira em manifestantes pacíficos e agride jornalistas

Os manifestantes defendiam a bandeira nacional (Foto: Reprodução)

Romário Nicácio agosto 18, 2021 Mundo

Um dia após a primeira entrevista coletiva desde a retomada de poder em Cabul, onde pregou um tom conciliador, um grupo de talibãs atirou em manifestantes e agrediu alguns jornalistas na cidade de Jalalabad, na província afegã de Nangarhar, conforme vídeo publicado pela agência Pajhwok Afghan News em sua conta no Twitter.

“Queremos assegurar que o país não será mais um campo de batalha. Perdoamos todos aqueles que lutaram contra nós e as animosidades terminaram. Não queremos mais inimigos externos nem internos”, havia dito o porta-voz do grupo, Zabihullah Mujahid, na entrevista de ontem.

Os manifestantes defendiam a bandeira nacional, segundo a agência, que informa que também foram registradas manifestações na cidade de Jost.

De acordo com dados preliminares da agência russa RIA Novosti, houve mortes e feridos no local, embora as informações oficiais ainda não tenham sido divulgadas.

No último dia 15 de agosto, o Talibã assumiu o controle de todo o território do Afeganistão e encerrou sua ofensiva, enquanto o presidente Ashraf Ghani renunciou ao cargo e deixou o país para uma localização ainda desconhecida. Após a entrada do Talibã em Cabul, a capital afegã, os EUA começaram a evacuar seus diplomatas, pois muitas pessoas correram para fora do país, resultando em congestionamentos e tumultos no aeroporto. Estima-se que um grande número de armas americanas, avaliadas em bilhões de dólares, caiu nas mãos do Taleban.

Quer receber as principais notícias do Portal N10 no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial.

Outros artigos