Decidir parar com os alisamentos químicos e aceitar a forma natural do cabelo não é uma tarefa fácil. É necessário coragem para tomar essa decisão e muita persistência durante todo o processo para ter os cachos e crespos novamente. Esse período de mudanças é conhecido como transição capilar, e tem esse nome porque o cabelo passa a ter mais de uma textura, conforme você deixa a raiz crescer sem químicas.

Neste post você encontra as principais dicas para abandonar o alisamento e aceitar de vez a sua identidade original. Confira!

Paciência é essencial

É importante ter em mente que a transição capilar demanda paciência. Não há um período de duração determinado, isso varia de pessoa para pessoa. Os cabelos crescem de 1 a 1,5 centímetro por mês, por isso, você terá que aprender a conviver com duas texturas de fios até que esteja preparada para cortar toda a parte alisada. Seja persistente.

Identifique o grau de curvatura dos seus fios

Conforme a raiz dos seus cabelos cresce, habitue-se ao formato dos cachos e saiba identificá-los. Dessa forma, você conseguirá ter uma noção de como seu cabelo ficará depois que cortar a parte alisada e poderá optar por produtos mais adequados para cuidar e valorizar os fios.

 A texturização é uma boa alternativa para lidar com a mudança dos fios

A raiz que está nascendo faz parte da sua identidade original, e não necessariamente você precisa disfarçar as texturas diferentes do seu cabelo. Mas cada pessoa lida com a transição de uma forma, e existem algumas maneiras de diminuir a aparência de briga entre a textura alisada e a cacheadinha, como as texturizações.

Ao contrário do processo de alisar o cabelo cacheado ou crespo, com a texturização você irá cachear a parte alisada do comprimento, deixando os fios uniformes.

O big chop é uma opção

O big chop é um momento bastante delicado para quem está passando pela transição. É o grande corte que irá retirar toda a parte alisada e deixar apenas os novos fios enroladinhos. Para algumas pessoas, é muito difícil mexer no comprimento do cabelo, por isso, é normal optar por ir cortando os fios gradualmente. Pense bem e tome essa decisão por você, quando souber que está pronta ou pronto para fazer.

Aceite o volume e o frizz

É importante desmitificar a ideia de que o volume e o frizz são aspectos negativos do cabelo. Utilize o período da sua transição para repensar a sua relação com essas características dos fios. Elas fazem parte da identidade dos seus cabelos, e você não precisa dominá-los. Saiba como valorizar os fios e o volume parecerá cada vez mais natural para você. Quanto ao frizz, existem vários produtos que ajudam a controlá-lo, mas se você o aceitar como algo natural, conseguirá se ver com outros olhos.

Intensifique os cuidados capilares

Esse é um momento em que seu cabelo precisa estar forte. Existem vários produtos que auxiliam na hidratação, na nutrição e na reconstrução dos fios, garantindo que eles estejam saudáveis e bonitos. Aposte em um cronograma capilar voltado para as necessidades específicas do seu cabelo e tenha cachos e crespos sempre bem cuidados.

Inspire-se com as histórias de quem já passou pela transição capilar

Hoje é possível encontrar uma rede de apoio incrível na internet. Muitas pessoas que já passaram ou que estão passando por esse processo compartilham suas experiências online. Essa é uma forma de você se inspirar e encontrar dicas de como cuidar dos fios, de como lidar com a autoaceitação e com as opiniões e expectativas de outras pessoas. Você pode criar boas amizades a partir dessa experiência.

Mantenha sua posição

Durante todo o processo, a escolha deve partir de você – desde o momento em que opta por abandonar o alisamento até momento em que decide fazer (ou não) o big chop. É legal conversar com amigos e pessoas queridas, mas sua opinião deve prevalecer.

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.