Brasil

Universidades federais têm um terço dos recursos bloqueados pelo MEC

Mesmo com as promessas de atenção especial por parte do Governo Federal com a educação, o que vêm sendo mostrado ultimamente não é nada animador. Como no caso das universidades federais, onde foi feito um corte de 30% no orçamento das instituições. O Ministro da Educação, Cid Gomes, ainda não se pronunciou sobre a situação.

Segundo reportagem do Bom Dia Brasil, da Rede Globo, alguns reitores se preparam para ir à Brasília e cobrar providências do MEC. A explicação do Ministério é que o orçamento de 2015 ainda não foi aprovado pelo Congresso e, por isso, o governo tem que segurar os gastos. A assessoria do órgão informou que está em diálogo com as instituições, mas o corte será mantido até a aprovação.

Repasses para as Universidades Federais

Artigos relacionados

A Universidade de Brasília esperava R$ 11 milhões, mas na verdade só entraram em caixa R$ 7 milhões em recursos para manter a instituição.

Na Universidade de Campina Grande, na Paraíba, a situação é ainda mais complicada. Não estão em dia água, luz, telefone, e falta dinheiro para pagar os alunos bolsistas.

Já a Universidade de São Paulo divulgou nota dizendo que ‘a situação financeira das universidades federais, que em 2014 foi sofrida, passa a ser ainda mais difícil’.

De acordo com o MEC, a previsão de investimentos na educação em 2015 será maior que em 2014, com um aumento de R$ 900 milhões.

Quer receber as principais notícias do Portal N10 no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Siga o Portal N10 no Google News para acompanhar nossas notícias. Clique na imagem abaixo!

Romário Nicácio

Administrador de Redes. Co-fundador do Portal N10 e do N10 Entretenimento. Redator de sites desde 2009, passando pelo Notícias da TV Brasileira (NTB), Blog Psafe e vários outros de temas variados. E-mail: romario@oportaln10.com.br

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Olá pessoal! O acesso ao nosso site é gratuito, porém precisamos da publicidade aqui presente para mantermos o projeto online. Por gentileza, considere desativar o adblock ou adicionar nosso site em sua white-list e recarregue a página.