Agora, Brasil,

União executa multa de R$ 88 milhões de Neymar com a Receita

(ANSA) – A União foi à Justiça e cobrou nesta quarta-feira (27) pouco mais de R$ 88 milhões do atacante Neymar, do Paris Saint-Germain, em decorrência de supostas irregularidades em negócios do astro e da sua família entre os anos de 2011 e 2013.

A medida partiu de uma ação realizada pela Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) para cobrar a dívida do atleta. A transferência do atacante do Santos para o Barcelona também foi incluída no caso.

O camisa 10 do clube parisiense foi autuado em 2015 a pagar uma multa de R$ 188 milhões, tendo a Receita Federal afirmado que Neymar sonegou mais de R$ 60 milhões entre 2011 e 2013. Além disso, incidiram multas e juras sobre o valor.

Na oportunidade, o craque recorreu no Fisco no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf) e anulou parte da dívida. Entretanto, os cálculos da Receita Federal mostram que há uma dívida restante no valor de R$ 69 milhões.

A quantia cobrada nesta atual ação, é esse valor de R$ 69 milhões, mas com correção de juros desde que foi autuada.

A decisão partiu do juiz Roberto da Silva Oliveira, da 7ª Vara Federal de Santos. Na ação, a PGFN colocou como corresponsáveis o pai do jogador, Neymar da Silva Santos, a mãe, Nadine Gonçalves, e as empresas Neymar Sport e Marketing, N&N Consultoria Esportiva e Empresaria e N&N Administração de Bens.

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!). Fale conosco!

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.