Terroristas do Estado Islâmico obtém dados pessoais de seus críticos no Youtube

Depois de receber inúmeras ameaças dos terroristas islâmicos que obtiveram suas informações pessoais aproveitando-se das regras de direitos de autor, o homem agora tem de viver as escondidas. De acordo com o The Daily Hot ele trabalhou para a sede do canal alemão no YouTube Al Hayat TV, que transmite em árabe e é conhecido por sua crítica ao Islã e especialmente aos islamitas.  As informações são do Actualidad RT.

Os terroristas conseguiram obter as informações privadas após uma reivindicação de direitos autorais contra o canal, sob um nome falso. De acordo com a Lei dos Direitos Autorais do Milênio Digital (DMCA, sigla em Inglês), o YouTube informou à Al Hayat TV que ele tinha o direito de responder a uma reclamação para impedir o fechamento do canal, no entanto, com um conjunto de condições, inclusive aceitando que os dados pessoais possam ser divulgados.

Para não correr o risco de ser fechado, o canal decidiu aceitar as regras para responder a reclamação. Dias após, um componente do canal alemão recebeu o seguinte e-mail: “Obrigado por seus dados pessoais, assegure-se de que a sua casa tenha proteção policial”. Com a ameaça, ele foi forçado a abandonar o seu trabalho e pedir proteção policial.

O YouTube já manifestou preocupação com a violação de dados. A nova tática dos terroristas para obter informações privadas pode dirigir gigantes como YouTube ou Google a mudar sua política de privacidade .

você pode gostar também

Deixe um comentário

error: Conteúdo protegido, entre em contato (contato.portaln10@gmail.com) para solicitar a matéria!