Destaques, Natal

Sindicatos protocolam denúncia de irregularidades no concurso da saúde de Natal

concurso saúde natal rn
Foto: Sindsaúde

Nesta quinta-feira (5), o Sindsaúde e o Sinsenat estiveram no Ministério Público e em seguida na Secretaria Municipal da Saúde (SMS), em conjunto com o Conselho Regional de Psicologia e o Conselho Regional de Assistência Social, para protocolarem um documento denunciando as ilegalidades no concurso público da saúde de Natal.

Entre as irregularidades do concurso está o enquadramento de categorias do nível superior no Plano Geral, desconsiderando a legislação do Plano da Saúde Municipal. Os cargos de Técnico em Segurança do Trabalho, Técnico de Nutrição Auxiliar de Farmácia, também estão enquadrados no Plano Geral. O Sindsaúde reivindica que todas as categorias, inclusive de nível médio, sejam enquadradas na Lei 120.

Outro problema é a exclusão, no concurso, dos cargos de nível médio para as atividades-meio e da carga horária superior a 30 horas, em algumas categorias como o Serviço Social, desrespeitando a legislação federal. O documento também é assinado pelo Conselho Regional de Nutrição, o Conselho Regional de Fonoaudiologia e o Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional.

Na SMS, foi realizada uma reunião para tratar sobre o documento protocolado, na qual foi debatido sobre o enquadramento dos servidores da saúde do nível superior, que estava incorretamente no Plano Geral (Lei 118). Nesta sexta (6), o mesmo documento será protocolado no Ministério Público do Trabalho.

Leia também:

+ Proposta apresentada altera quantidade de vagas para o concurso da Saúde de Natal

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!). Fale conosco!

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.