Destaques, Mossoró

‘Senhor das drogas’ é transferido para o presídio federal de Mossoró

O Departamento Penitenciário Nacional (Depen) informa que o traficante brasileiro Jarvis Chimenes Pavão, extraditado do Paraguai para o Brasil, nesta quinta-feira (28), já se encontra no presídio federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte. Ele irá cumprir pena ao lado dos traficantes Fernandinho Beira-Mar e Marcinho VP. A autorização para inclusão dele no sistema penitenciário federal foi dada pelo juiz corregedor da unidade prisional.

Pavão estava preso desde 2009 na penitenciária Tacumbu, em Assunção. Ele cumpria pena de oito anos por crimes de lavagem de dinheiro e porte ilegal de armas no Paraguai.

No Brasil, ele irá cumprir pena de 17 anos e oito meses de reclusão a que foi condenado no Brasil pelos crimes de tráfico internacional de drogas, associação para o tráfico e lavagem de dinheiro. Sua extradição foi solicitada pelo Juízo da Vara Criminal de Balneário Camboriú (SC), responsável pela condenação.

“Ele tem um poder, não só um poder econômico muito forte, mas uma estrutura que dá apoio a ele muito forte fora da cadeia. Isso significa que ele estando no Brasil nós temos que ter o maior cuidado de isolar o máximo possível ele e tentar tirar esse poder de articulação que esses líderes conseguem manter mesmo presos”, disse o superintendente da PF em Mato Grosso do Sul, Ricardo Cubas.

jarvis pavão em mossoró

Chegada

A entrega do criminoso ao Brasil foi autorizada pelo Poder Judiciário paraguaio em janeiro de 2010 e ficou aguardando a conclusão da pena que Pavão cumpria por crimes cometidos naquele país. Houve ainda um pedido de extensão da extradição apresentado pelo Juízo da 7ª Vara Federal de Porto Alegre/RS, também pela prática do crime de tráfico internacional de drogas, também foi deferido pelo governo paraguaio.

Participaram do processo de extradição a autoridade central brasileira com auxílio da Polícia Federal, da Interpol e do Ministério das Relações Exteriores.

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.