‘Se coalizão russa falhar, Síria será destruída’, diz Assad

(ANSA) – O presidente sírio, Bashar al-Assad, afirmou que se os ataques aéreos liderados pela Rússia fracassarem, seu país pode ser “destruído” pelos extremistas. “A coalizão formada pela Rússia, Síria, Irã e Iraque deve vencer ou a região será destruída”, disse o mandatário em entrevista à emissora iraniana “Khabar TV”. Acusando o Ocidente de usar o “terrorismo para subjugar a região”, Assad destacou que os quatro países terão “resultados práticos” ao invés da coalizão liderada pelos Estados Unidos.

Porém, o líder sírio disse não descartar uma renúncia – como querem os norte-americanos – caso isso encerre o conflito com os extremistas. “Se deixar minha posição é a solução, não hesitarei em fazer. Apoiamos qualquer decisão política paralela à luta contra o terrorismo”, destacou.

Elogiando a postura da Rússia, histórica aliada de seu país, Assad afirmou que “os russos jamais buscaram impor alguma coisa, especialmente nesta crise”. O presidente também afirmou não entender a postura da Europa “que de um lado dispara contra os refugiados sírios e com outra mão dá a eles comida”, em uma referência aqueles que fogem do país para buscar uma vida melhor no Velho Continente.

você pode gostar também

Deixe um comentário

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!