Destaques, RN

RN e mais 12 estados vão contar com auxílio das Forças Armadas nas eleições

forças armadas no rio grande do norte
Foto: Tomaz Silva/Ag Brasil

Mais de 28 mil militares devem atuar nas Eleições 2018, tanto para assegurar a Garantia da Votação e Apuração (GVA) quanto para dar apoio logístico. Até o momento, a participação está confirmada em 598 localidades em 13 estados brasileiros.

Para a GVA, que visa preservar a normalidade da segurança pública nos locais de votação e apuração, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já aprovou a envio das Forças Armadas a 11 unidades da federação: Acre (11 localidades), Maranhão (72), Piauí (122), Rio de Janeiro (69), Amazonas (26), Mato Grosso (19), Mato Grosso do Sul (4), Pará (60), Rio Grande do Norte (97), Tocantins (12) e Ceará (5).

Já para o trabalho de apoio logístico, que consiste no transporte de trabalhadores da Justiça Eleitoral e de urnas, os militares serão utilizados em cinco estados: Acre (41 localidades), Amazonas (25), Amapá (5), Mato Grosso do Sul (4) e Roraima (26).

Em ambos os casos, a solicitação do uso das Forças Armadas deve ser feita pelos Tribunais Regionais Eleitorais ao TSE. Em seguida, as demandas são repassadas ao Ministério da Defesa, que tem a responsabilidade de planejar e executar as ações empreendidas pelas tropas.

O apoio de militares durante as eleições está previsto no Código Eleitoral (Lei nº 4.737/65, artigo 23, inciso XIV) e a requisição pode ser liberada até o dia do pleito.

Segurança das eleições no RN será feita por 8.692 homens

Exército Forças armadas alistamento militar

Foto: Sesed/Assecom

Ao todo, 8.692 homens atuarão na segurança das eleições no Rio Grande do Norte. Desse total, 3.600 são militares das Forças Armadas, com parte do efetivo deslocado da Bahia, de Pernambuco e da Paraíba. As informações foram detalhadas pelo Tribunal regional Eleitoral (TRE) em reunião feita com os responsáveis pelas forças de segurança.

No estado, 97 cidades receberão reforço de segurança no dia da eleição. De acordo com o comandante da 7.ª Brigada de Infantaria Motorizada, general de brigada Carlos Sydrião, as tropas vindas dos outros estados começam a chegar ao Estado no dia 4 de outubro.

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.