Destaques, Política

PT confirma Fernando Haddad como candidato no lugar de Lula

Manuela D’Ávila e Fernando Haddad
Foto: Reprodução / Ricardo Stuckert

No último dia do prazo dado pela Justiça Eleitoral, o Partido dos Trabalhadores (PT) confirmou o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad como candidato a presidente no lugar de Luiz Inácio Lula da Silva, que cumpre pena por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

A decisão foi tomada durante reunião da Executiva Nacional do partido em Curitiba, cidade onde Lula, até então cabeça de chapa, está encarcerado. A troca foi aprovada por unanimidade, após a leitura de uma carta na qual o ex-presidente pede apoio a Haddad, que ainda enfrenta resistência em algumas alas da legenda.

Com a substituição, Manuela D’Ávila, do PCdoB, passa a ser candidata a vice-presidente. Segundo o jornal “O Globo”, a troca deve ser anunciada oficialmente na tarde desta terça, em um ato da militância em frente à Superintendência da Polícia Federal em Curitiba.

Quem é Haddad

Ex-ministro da Educação (2005-2012) e ex-prefeito de São Paulo (2013-2017), Haddad foi quem mais cresceu na última pesquisa do Datafolha, saltando de 4% para 9% e empatando tecnicamente com Geraldo Alckmin (PSDB), Marina Silva (Rede) e Ciro Gomes (PDT).

O petista terá pouco menos de um mês para tentar herdar parte do capital eleitoral de Lula, que aparecia com quase 40% dos votos, principalmente no Nordeste. O ex-presidente foi impedido de concorrer pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), por ter sido condenado em segunda instância, o que o enquadra na Lei da Ficha Limpa.

Haddad também enfrenta problemas com a Justiça e é réu por improbidade administrativa na construção de ciclovias.

Com informações da Agência ANSA*

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.