Protestos contra Lula marcaram passagem do petista pelo Sul do Brasil

Protestos contra Lula marcaram passagem do petista pelo Sul do Brasil

Protestos contra Lula marcaram passagem do petista pelo Sul do Brasil

Rafael Nicácio março 26, 2018 Destaques

As manifestações contra o ex-presidente Lula ganharam força e volume no Sul do país. Nos últimos dias, enquanto a caravana do petista passava em algumas cidades, moradores clamavam palavras de ordens e pediam a prisão do ex-presidente. Vídeos que circulam na internet mostram, inclusive, rajadas de ovos sendo atiradas pela população contra ônibus que transportavam a comitiva do Partido dos Trabalhadores.

No fim de semana, em Florianópolis-SC, manifestantes se reuniram na Avenida Beira-Mar Norte, e, munidos com bandeiras do Brasil e os famosos “pixulecos”- bonecos que fazem alusão a Lula na cadeia – organizaram um ato anti-Lula. Em Chapecó, a população também foi às ruas. O grupo, que carregava faixas com frases contra o ex-presidente, fez uma fila de carros com aproximadamente 3 km de extensão, em uma das principais estradas que dá acesso à cidade.

Já em Porto Alegre, capital do Rio grande do Sul, não foi diferente. Grupos contrários ao PT e ao ex-presidente também fizeram barulho em apoio à condenação de Lula.

Outra cidade gaúcha por onde a caravana passou foi São Leopoldo, na microrregião de Porto Alegre. Enquanto apoiadores aguardavam a chegada da comitiva, um avião passava carregando uma faixa onde estava escrito: “Lula o Brasil te quer em cana”.

Passo Fundo foi outra cidade que a caravana de Lula não foi bem recebida por parte da população. No município de Bagé, na fronteira do Rio Grande do Sul com o Uruguai, produtores rurais e empresários locais também aproveitaram para criticar o ex-presidente. Com cartazes em mãos e aos gritos de “Lula ladrão”, os ruralistas fizeram menção à condenação judicial que pode acarretar na prisão do petista. O ato contou com tratores, cavalos e mais uma vez, com um boneco que representava Lula atrás das grades.

https://www.youtube.com/watch?v=b35viMGOUjY&t=53s

No dia 24 de janeiro, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região decidiu, por unanimidade, confirmar a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. Além disso, os desembargadores votaram pelo aumento da pena de nove para 12 anos e um mês de reclusão.

O caso em questão é o do apartamento tríplex, no Guarujá – SP. O imóvel atribuído a Lula, segundo o Ministério Público Federal (MPF), seria fruto de um esquema de corrupção entre o ex-presidente e a empreiteira OAS. Lula, de acordo com as investigações, teria recebido um total de R$ 3,7 milhões em vantagens indevidas.

Quer receber as principais notícias do Portal N10 no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial.

Outros artigos