Professores da Rede Estadual em greve por tempo indeterminado

março 5, 2020 0 Por Rafael Nicácio
Professores da Rede Estadual em greve por tempo indeterminado

Os trabalhadores em educação da Rede Estadual do Rio Grande do Norte decidiram entrar em greve por tempo indeterminado. A deliberação aconteceu em assembleia repleta de profissionais do magistério, na Escola Winston Churchill. O movimento grevista começará nesta quinta, dia 05 de março.

A categoria cobra a correção do Piso Salarial de 2020, no índice de 12,84%, e está insatisfeita com as propostas apresentadas pelo Governo. A governadora propôs pagar o reajuste em três parcelas e o retroativos em 24 meses, da seguinte forma:

  • Para os trabalhadores da ativa, nos meses de junho, setembro e dezembro de 2020;
  • Para os trabalhadores inativos, em outubro, novembro e dezembro de 2020.
  • Quanto ao retroativo a janeiro, mês de implantação do novo piso, conforme o Fundeb, o governo Fátima propõe pagar em 24 parcelas a partir de janeiro de 2021.

“Primeiro o Executivo propôs quitar o Piso em três vezes de 4,28% nos meses de maio de 2020, janeiro de 2021 e em abril do ano que vem, sem falar em retroativo. Depois sugeriu pagar a correção em 2020 tanto para ativos quanto aposentados, mas não apontava datas”.

Os professores consideraram uma falta de respeito e, principalmente, “pelo fato de a governadora Fátima Bezerra (PT) ser professora de formação e ter feito carreira política com a bandeira de defesa dos trabalhadores em Educação”.

A categoria definiu uma contraproposta que será levada ao governo, que é a implantação e o pagamento do reajuste na folha de março e o pagamento do retrativo em três parcelas.