Pedro Chávarry é acusado de fazer parte de máfia no Judiciário

(ANSA) – O procurador-geral do Peru, Pedro Chávarry, anunciou nesta segunda-feira (7) que deixará o cargo, após sofrer pressão popular e política para renunciar. Chávarry havia destituído, no dia 31 de dezembro, os procuradores José Domingo Pérez e Rafael Vela, responsáveis pelos desdobramentos da Operação Lava Jato no país.

A decisão causou revolta e protestos que fizeram com que o presidente Martín Vizcarra cancelasse a participação na cerimônia de posse de Jair Bolsonaro, e voltasse às pressas para o país.

“Por respeito à instituição, amar a Deus e minha família, irei apresentar a minha carta de renúncia do cargo de procurador-geral”, escreveu Chávarry, em sua conta pessoal no Twitter.

Após um recurso de Rafael Vela, que alegou falta de motivos para o afastamento, e uma ação de Vizcarra no Congresso, pedindo declaração de emergência na procuradoria, o que daria a ele poderes de destituir o procurador-geral, Chávarry chegou a readmitir os profissionais, mas continuou sofrendo pressão popular, com protestos pelo país que exigiam sua saída.

Pérez e Vela fecharam um acordo de leniência (delação premiada para empresas) sobre contratos que somavam US$ 30 milhões com a empreiteira brasileira Odebrecht, que assumiu em 2016 ter pago propina a políticos em troca de concessões de obras públicas. As investigações apontaram para o recebimento de subornos, lavagem de dinheiro e caixa dois em campanhas eleitorais.

Entre os acusados estão quatro ex-presidentes: Alan Garcia, Alejandro Toledo, Pedro Pablo Kuczynski e Keiko Fujimori. Desde março, o ex-procurador-geral bloqueava, com o apoio do Congresso, uma investigação contra si mesmo por supostamente fazer parte de uma máfia no Judiciário apelidada de “Colarinhos Brancos do Porto”, cujo chefe seria o ex-juiz da Suprema Corte peruana, Cesar Hinostroza. Em julho ele foi afastado do cargo e, em outubro, fugiu do país. Atualmente o ex-magistrado está detido em Madri e aguarda extradição.

A procuradora Zoraida Avalos assumiu o cargo de Chávarry interinamente. 

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.