Destaques, Saúde

Por que há mais casos de câncer no hemisfério sul do que no norte?

acelerador linear radioterapia

O câncer é a segunda principal causa de morte no mundo e mais de 75% das mortes causadas pela doença são registradas na América do Sul, especialmente em países com baixos níveis de educação, de acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde). Ou seja: menos informação, menos prevenção.

O Dr. Alejandro Turek, médico especialista em Oncologia, explicou que – por exemplo – na Argentina quase não existem campanhas de prevenção que o Estado possa disponibilizar ao cidadão:

“A guerra contra o câncer deve incluir medidas preventivas de acesso universal, para reduzir a incidência e a mortalidade. Embora a última tenha diminuído para alguns tumores nos últimos anos, estamos longe de objetivos e metodologias educacionais e informativas aceitáveis ​​na região. O Estado nos deve educação e informação para cuidar melhor de nós.”

Como prevenir o câncer

câncer

Imagem: RT / freeimages.com

Segundo a Organização Mundial da Saúde, você pode prevenir o câncer tomando as seguintes medidas:

  • Evitar, tanto quanto possível, os fatores de risco (consumo de tabaco ou álcool, excesso de peso, dieta pobre, infecção nos genitais, inatividade física, entre outros)
  • Vacinar contra o papilomavírus humano e contra o vírus da hepatite B
  • Controlar riscos profissionais
  • Reduzir a exposição à radiação ultravioleta
  • Reduzir a exposição à radiação ionizante (por motivos profissionais ou durante a realização de testes de diagnóstico pela imagem)

O que a OMS diz

Alejandro Turek reflete sobre o que a OMS já prevê para a América Latina nos próximos anos, no que diz respeito à gestação de novos tipos de cânceres. A doença está se desenvolvendo principalmente em países de renda baixa a média. Sem dúvida, a principal razão para esses dados alarmantes é a falta de prevenção. “Apenas 1 em cada 5 países de baixa e média renda tem os dados necessários para promover políticas reais contra o câncer”, explicaram os especialistas da organização.

Mas tem mais. Em 2017, apenas 26% dessas nações possuem clínicas para tratar a doença, enquanto nos países ricos mais de 90% das clínicas oferecem tratamentos para tentar prever ou curar a doença.

Para a OMS, a detecção de câncer em um estágio inicial e com um diagnóstico adequado é vital. Por isso, é tão importante que o Estado promova diversas políticas públicas e educacionais para que a sociedade saiba mais sobre os diversos fatores de risco que podem causar o possível desenvolvimento do câncer.

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.