Destaques, Economia

Petrobras anuncia reajuste de 7,1% no preço do gás

gás cozinha botijão
Foto: Pedro Ventura/ Agência Brasília

A Petrobras anunciou que vai repassar às distribuidoras, nessa terça-feira (8), o reajuste de 7,1% no preço do GLP (Gás liquefeito de petróleo, o gás de cozinha) de uso industrial e comercial. Para justificar o aumento, a companhia usa como base o preço de paridade formado pelas cotações internacionais mais os custos de transporte e taxas portuárias.

De acordo com a estatal, a paridade é necessária porque o mercado brasileiro de combustíveis é aberto à livre concorrência, dando às distribuidoras a alternativa de importar os produtos. “Além disso, o preço médio considera uma margem que cobre os riscos – como volatilidade do câmbio e dos preços”, afirma a Petrobras.

Segundo a estatal, o reajuste não impactará no preço do botijão de 13 quilos, mais usado por residências. Vale ressaltar que o preço do GLP vendido em vasilhames superiores a 13 quilos ou a granel é reajustado uma vez por mês. Em abril, houve alta de 4,7%.

Sindigás

O Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo (Sindigás) informou que foi comunicado pela Petrobras na tarde de hoje (7) sobre o novo reajuste de preço do GLP empresarial, para embalagens acima de 13 quilos.

De acordo com a Petrobras, o aumento será entre 5,8% e 8,6%, dependendo do polo de suprimento, válido a partir das 0h de amanhã (8) nas unidades da petroleira.

Com o aumento, a operação financeira praticada pela Petrobras está em 31% em relação ao preço praticado no mercado internacional. Na avaliação do Sindigás, “esse ágio vem pressionando ainda mais os custos de negócios que têm o GLP entre seus principais insumos, impactando de forma crucial empresas que operam com uso intensivo de GLP”.

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.