Mundo

Pela 3ª vez, Tóquio é eleita a cidade mais segura do mundo

Foto: EPA/JIJI PRESS / POOL JAPAN OUT EDITORIAL USE ONLY/ NO ARCHIVES

(ANSA) – Uma pesquisa realizada pela revista britânica “The Economist” classificou Tóquio como a cidade mais segura do mundo pela terceira vez consecutiva desde o primeiro estudo publicado em 2015.

A lista revisada bienalmente, que anuncia o Índice de Cidades Seguras de 2019, foi divulgada na última quinta-feira (29).

O estudo monitorou 60 cidades com base em avaliações de 50 indicadores distribuídos em quatro temas principais: nível de infraestrutura, segurança pessoal, crimes cibernéticos e saúde.

A capital japonesa alcançou alta pontuação pela estratégia de prevenção de desastres naturais, nas baixas taxas de ataques cibernéticos e criminalidade.

Apesar da liderança, Tóquio ainda sofre com corrupções e crimes organizados, segundo o relatório.

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias em seu e-mail. O artigo continua após o formulário!

Mantemos seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam esse serviço possível. Veja nossa Política de Privacidade para mais informações.

No ranking, Cingapura aparece em segundo lugar, seguido de outro município japonês, Osaka. Já a quarta cidade mais segura do mundo é Amsterdã, a primeira europeia da lista.

Completam o “top 10”: Sydney, Toronto, Washington, Copenhague, Seul e Melbourne, na Austrália. Londres ficou em 14ª posição, seguida por Nova York.

Pequim, por sua vez, ficou em 31º lugar, enquanto Xangai aparece em 32º na lista. As cidades italianas também aparecem no ranking. Milão está na 29ª posição, enquanto Roma ocupa o 30º lugar.

Já na parte inferior do ranking está a capital nigeriana Lagos (59º) e Caracas (60º).

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.