Operação interdita baile funk no Planalto

Operação interdita baile funk no Planalto

Operação interdita baile funk no Planalto

Rafael Nicácio dezembro 20, 2020 Destaques

A Guarda Municipal do Natal (GMN) participou no sábado (19) de uma operação conjunta envolvendo a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb) e o 9º Batalhão de Polícia Militar que atuaram na interdição de um baile funk que estava programado para acontecer no bairro Planalto, mais precisamente na área do Leningrado. A ação foi deflagrada com base nos decretos municipais de prevenção ao contágio pelo coronavírus, que determina medidas sanitárias, combate a aglomerações, entre outras.

A festa estava programada para acontecer durante a noite, porém o serviço de inteligência conseguiu monitorar pelas redes sociais toda a preparação e chamamento da população para o evento, o que possibilitou uma ação integrada durante a tarde, antes do início da festa. “Foi uma operação direcionada a preservar a saúde das pessoas. Unimos Guarda Municipal, Polícia Militar e Semurb resultando na interdição do evento que não tinha licença autorizando e transgredia regras sanitárias imposta para proteger a saúde das pessoas”, explicou a secretária de Segurança Pública e Defesa Social (Semdes), Mônica Santos.

Quando as guarnições chegaram ao local da festa foi possível encontrar todo o espaço já organizado para receber as pessoas. Já havia delimitação cercando a área do evento com tela estendidas em alambrados e pontos para estacionamento e acionamento de equipamentos de som. A estimativa da Guarda Municipal era que o evento chegasse a reunir mais de 500 pessoas.

Operação interdita baile funk no Planalto

Entre às normas sanitárias de prevenção ao coronavírus decretadas pela Prefeitura estão a proibição de eventos como festas e shows com mais de 50 pessoas, e as que respeitam esse limite devem ainda observar que o espaço deve ter pelo menos 5m² por pessoa presente, distanciamento mínimo de 1,5m entre os participantes, além de outras determinações. Qualquer evento fora desses padrões é passível de interdição, sendo a responsabilidade da fiscalização dos das secretarias municipais, unindo a Semdes, Semurb, Semsur, Procon e STTU.

As denúncias desse tipo de evento podem ser feitas pelo telefone 24h do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) pelo 190 e o 181 (Disk Denúncia- Polícia Civil), além pela Ouvidoria da Semurb no (84) 3616-9829, de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h. “Também estamos com o setor de Inteligência vigilante nas redes sociais para identificar qualquer divulgação de eventos que venha desrespeitar às normas legais”, concluiu o subcomandante de Segurança da GMN, Carlos Cruz.

Quer receber as principais notícias do Portal N10 no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial.

Outros artigos