Opep estende cortes na produção de petróleo até o final de julho

Opep estende cortes na produção de petróleo até o final de julho

junho 6, 2020 0 Por Rafael Nicácio

O ministro de Energia dos Emirados Árabes Unidos informou, neste sábado (6), que os membros da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), concordaram em estender cortes na produção até o final de julho .

A decisão foi tomada por unanimidade, escreveu o ministro Suhail ao Mazroui no Twitter. Ele chamou de “uma decisão corajosa e um esforço coletivo que merece elogios de todos os países produtores participantes“.

“Conseguimos através da OPEP+ o maior acordo de redução da história e todos vemos hoje sua contribuição para salvar o mercado de petróleo do colapso”, acrescentou.

Em abril, a Opep havia concordado inicialmente que reduziria a oferta em 9,7 milhões de barris por dia durante maio e junho para aumentar os preços, que caíram devido à crise relacionada à pandemia de coronavírus.

O ministro de Energia da Rússia, Alexánder Nóvak, confirmou que concordou em prolongar os cortes recordes na produção de petróleo até o final de julho e acrescentou que os termos do acordo anterior não foram alterados.

De acordo com a Opep, destino do acordo para reduzir a produção de petróleo dependerá de como os países participantes cumprirão suas obrigações .

Um dos pontos do documento instrui os países que ainda não cumpriram totalmente suas obrigações de reduzir a produção entre julho e setembro. Além disso, os países da OPEP solicitaram a todos os “principais produtores de petróleo que contribuam proporcionalmente para a redução na produção de petróleo” iniciada pelo grupo.