DestaquesMundoSaúde

O estranho caso do homem que morreu após beber uma garrafa de Coca-Cola em 10 minutos

Tomografia revelou que o fígado do rapaz não estava recebendo sangue e oxigênio suficientes devido ao acúmulo de gás em sua veia porta

Em um estudo de caso publicado na Clinics and Research in Hepatology and Gastroenterology e que agora faz parte da literatura médica, um homem na China teria morrido após beber uma garrafa de 1,5 litro de Coca-Cola em dez minutos.

Trata-se de um jovem de 22 anos cujos médicos não detectaram nenhum tipo de comorbidade aparente. O homem estava supostamente no departamento de emergência do Hospital Chaoyang de Pequim com fortes dores e inchaço na parte superior do abdômen, uma situação que durou cerca de quatro horas. Após os primeiros exames, os médicos descobriram que ele tinha uma frequência cardíaca elevada de 130 batimentos por minuto, pressão arterial baixa e uma frequência respiratória de apenas 32 vezes por minuto.

Posteriormente, uma tomografia computadorizada mostrou que havia problemas gastrointestinais graves, bem como cistos de gás na parede de seus intestinos. A tomografia também mostrou que o fígado não estava recebendo sangue e oxigênio suficientes devido ao acúmulo de gás em sua veia porta, que transporta sangue do trato gastrointestinal, vesícula biliar, pâncreas e baço para o fígado.

Com esses dados, os médicos questionaram o paciente, que revelou que seis horas antes havia consumido um litro e meio de garrafa de Coca-Cola por conta do calor. Isso aconteceu pouco antes do início dos sintomas.

A primeira coisa que a equipe tentou foi aliviar a pressão nos intestinos do homem, além de tratar sua inflamação. No entanto, não foi o suficiente para salvá-lo. A falta de oxigênio no fígado resultou em danos graves e que só pioraram com o tempo.

A pneumatose da veia porta é um sinal clínico raro, também conhecido como sinal de morte, e pode ser amplamente observada em pacientes com infecção abdominal e hipertensão intestinal. Nesse caso, beber uma grande quantidade de Coca em um curto período de tempo causou um acúmulo de gás no trato intestinal a princípio. Então, a pressão intestinal subiu repentinamente, resultando em alta pressão e levando ao acúmulo de gás na veia porta posteriormente. Eventualmente, o paciente morreu“, detalha o estudo de caso.

Ainda assim, e embora seja perfeitamente possível que o acúmulo de gás na veia porta possa causar problemas desse tipo e morte, o bioquímico Nathan Davies acredita que provavelmente havia outra causa subjacente em jogo. Como ele disse a vários meios de comunicação:

As chances de que engolir um refrigerante de 1,5 litro, ou um pouco mais de três litros, fosse fatal, seriam muito, muito improváveis, quero dizer, extremamente improváveis. Normalmente, esse tipo de condição é causado por bactérias que se deslocaram do trato gastrointestinal normal para algum lugar onde não deveriam estar, neste caso, no revestimento do intestino delgado“.

Em outras palavras, Davies aponta que a garrafa de Coca simplesmente amplificou e piorou a situação, mas como ele explica, “se fosse a única causa de sua morte, veríamos muito mais mortes semelhantes em todo o mundo“.

Quer receber as principais notícias do Portal N10 no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Rafael Nicácio

Co-fundador dos canais Portal N10, Jerimum Geek e do Tudo em Dicas. Já trabalhou na Assecom (Assessoria de Comunicação do Governo do Rio Grande do Norte) e na Ascom (Assessoria de Comunicação da UFRN). E-mail para contato: rafael@oportaln10.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo