Novo programa do MEC oferece seis mil vagas em cursos de qualificação profissional

Novo programa do MEC oferece seis mil vagas em cursos de qualificação profissional

Novo programa do MEC oferece seis mil vagas em cursos de qualificação profissional

Rafael Nicácio março 17, 2021 Educação

O Ministério da Educação (MEC), juntamente com o Ministério da Economia, está lançando de forma piloto o programa de qualificação profissional Qualifica Mais-Emprega Mais. A iniciativa está com inscrições abertas para jovens de até 29 anos, e oferecerá cursos on-line de na área de tecnologias da informação e comunicação (TICs): programador de sistemas, programador web e programador de dispositivos móveis. 

As aulas estão previstas para começar em 10 de maio. Os cursos terão duração de cerca de 200 horas cada. Nesta seleção, serão disponibilizadas 6.069 vagas para jovens com ensino médio completo. Além da qualificação, os estudantes que concluírem os cursos serão auxiliados para inserção no mercado de trabalho.

A seleção ocorrerá por meio da plataforma EduLivre, a partir do preenchimento de uma trilha educacional, onde os candidatos vão conhecer o contexto do mercado de trabalho no qual pretendem se inserir.

A trilha ficará aberta até o dia 11 de abril e contará com informações sobre os cursos e postos de trabalho a eles relacionados, além de apresentar aos candidatos alguns exercícios sobre o conteúdo apresentado na própria trilha.

A partir do dia 12 de abril, os participantes selecionados receberão um e-mail para a confirmação de matrícula, enviado diretamente por uma das setes instituições selecionadas pelo governo para o programa.

Outras opções 

Na internet é possível encontrar muitas opções de cursos gratuitos e on-line. Tais conteúdos são disponibilizados por universidades e, também, por institutos e empresas, em geral, que desejam contribuir com a formação acadêmica e a qualificação de estudantes e profissionais para o mercado de trabalho.  

Além de atestar a participação do estudante nas aulas, esses cursos podem ser utilizados como comprovantes de horas complementares em instituições de ensino superior públicas e privadas. 

Normalmente, para fazer um curso on-line o interessado necessita de um computador com acesso à internet – alguns desses cursos também podem ser acessados por meio de dispositivos móveis como smartphones e tablets, por exemplo –, o que facilita o acesso e permite que o estudo seja realizado em qualquer local e horário, sem a necessidade de deslocamento e investimento em transporte, por exemplo. 

Quer receber as principais notícias do Portal N10 no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial.

Outros artigos