DestaquesUniverso

Nasa lança sonda para defender o planeta Terra de asteroides

Sonda vai se chocar contra um asteroide a uma velocidade de quase 25 mil quilômetros por hora

A Nasa lançou nesta quarta-feira (24) o Double Asteroid Redirection Test (DART), a primeira missão em escala real do mundo para testar a tecnologia para defender a Terra contra possíveis asteroides ou cometas. A sonda foi lançada em um foguete SpaceX Falcon 9 do Space Launch Complex 4 East, na Base da Força Espacial de Vandenberg, Califórnia (EUA).

A sonda terá como alvo o pequeno asteroide lunar Dimorphos, que orbita um asteroide maior chamado Didymos, atualmente localizado a cerca de 483 milhões de quilômetros da Terra, de acordo com dados do portal Space.com. Se tudo ocorrer como planejado, a sonda vai se chocar contra um asteroide a uma velocidade de quase 25 mil quilômetros por hora e os especialistas vão averiguar se conseguirão mudar ligeiramente a trajetória de Dimorphos. O impacto é previsto para acontecer no outono de 2022.

Segundo a NASA, Dimorphos representa um “campo de teste perfeito”, já que uma mudança em sua órbita não poderia ameaçar a Terra, já que o asteroide, com cerca de 160 metros de diâmetro, nunca cruza a órbita do planeta. “Estamos tentando aprender como desviar uma ameaça”, declarou Thomas Zuburchen, chefe do projeto desenvolvido pela agência espacial norte-americana.

“Embora nenhum asteroide conhecido com mais de 140 metros tenha uma probabilidade significativa de atingir a Terra nos próximos 100 anos, apenas 40% desses asteroides foram descobertos em outubro de 2021”, explica a Nasa.

Desta forma, a capacidade de alterar a trajetória de um asteroide determina se um eventual asteroide que ameaça o planeta pode ser movido para longe. “Não queremos estar em uma situação em que haja um asteroide vindo em direção à Terra e temos que testar esse tipo de capacidade”, disse Lindley Johnson da agência espacial.

Como será o ‘acidente’?

Dez dias antes do impacto, a sonda lançará um nano satélite CubeSat chamado LICIACube que irá capturar o momento da colisão, bem como o lado oposto do asteroide. O DART será conduzido até Dimorphos graças ao seu sistema de navegação inteligente SMART NAV, bem como às imagens de sua câmera DRACO.

De acordo com o portal NASASpaceFlight, ao chegar a Dimorphos, que orbita com períodos de 11 horas e 55 minutos, o DART colidirá com o asteroide lunar e mudará seu período orbital para 11 horas e 45 minutos.

Durante sua viagem a Dimorphos, o DART colocará várias tecnologias inovadoras em teste, incluindo o motor de propulsão de íons NEXT-C e uma antena Radial Line Slot Array de alto ganho que permite que os dados sejam enviados e recebidos.

Os testes devem continuar em 2027, quando a missão HERA da Agência Espacial Europeia examina as mudanças causadas pelo DART no sistema Didymos e Dimorphos.

Quer receber as principais notícias do Portal N10 no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Romário Nicácio

Administrador de Redes. Co-fundador do Portal N10 e do N10 Entretenimento. Redator de sites desde 2009, passando pelo Notícias da TV Brasileira (NTB), Blog Psafe e vários outros de temas variados. E-mail: romario@oportaln10.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo