Médicos do Estado paralisam atendimentos em todas as unidades de saúde

agosto 1, 2017 0 Por Rafael Nicácio
Médicos do Estado paralisam atendimentos em todas as unidades de saúde

Médicos de Natal continuam em Estado de Greve e aderem a paralisação geral das atividades na primeira semana de agosto, de 01 a 04 de agosto.

Os médicos reivindicam a implementação do Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos, concurso público para diminuição das terceirizações e pagamento em dia dos salários.

Os atendimentos serão paralisados em todas as unidades de saúde, nos serviços de ambulatório e do PSF, atendendo apenas a urgências nas UPAs, Hospitais e Maternidades.

Nova assembleia no dia 08 irá decidir a continuidade ou não da paralisação.

ESTADO

Médicos do estado também realizam paralisação de 01 a 04 de agosto dos atendimentos na urgência e emergência. Os atrasos salariais no estado chegam a quase dois meses atualmente.

“Os serviços de urgência e emergência não podem ser suspensos. A nossa recomendação é de que todos vão para a urgência, mas tentem revezar para dar um fluxo mais lento ao atendimento. É a resposta que encontramos para mostrar nossa insatisfação”, afirma Geraldo Ferreira.

#RESPEITOAOMÉDICO

Categoria médica do estado, insatisfeita com as declarações do Ministro da Saúde, Ricardo Barros, resolveu exigir respeito e dignidade para a profissão e adere ao ato nacional #RESPEITOAOMÉDICO no dia 03 de agosto.

Os médicos vão realizar uma caminhada com concentração às 15h no Sinmed RN até o Conselho Regional de Medicina do RN (CREMERN).

“Estamos em defesa da categoria médica e, diferente do que afirmou o Ministro, também temos compromisso com a sociedade e com a melhoria do SUS”, afirmou Geraldo Ferreira, presidente do Sinmed RN, sobre a mobilização.

Participam do ato o Sindicato dos Médicos do RN, o Conselho Regional de Medicina do RN e a Associação Médica do RN.