Destaques, Política

Marco Aurélio diz que tem remetido ‘ao lixo’ casos como o de Flávio Bolsonaro

Marco Aurélio Mello e Flávio Bolsonaro
Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), declarou nesta sexta-feira (18) que vai assinar a decisão sobre a investigação do senador eleito e filho do presidente, Flávio Bolsonaro, no dia 1º de fevereiro. As informações foram publicadas no blog da jornalista Andréia Sadi.

Em decisões anteriores, ele tem rejeitado liminares parecidas com a da defesa de Flávio Bolsonaro. “Tenho negado seguimento a reclamações assim, remetendo ao lixo”, teria dito Marco Aurélio.

O senador eleito Flávio Bolsonaro acionou o STF para que a corte suspendesse as apurações do Ministério Público do Rio de Janeiro a respeito das movimentações financeiras suspeitas de seu ex-assessor Fabrício Queiroz.

Os advogados do parlamentar argumentam que o MP carioca obteve dados sigilosos de forma ilegal junto Coaf. Além disso, a defesa de Flávio Bolsonaro também acena com um pedido para que uma eventual investigação envolvendo o senador fique com o Supremo devido ao foro privilegiado que ele possui.

Na quarta-feira (16), o ministro Luiz Fux, do STF, mandou suspender provisoriamente o procedimento investigatório instaurado pelo MP do Rio de Janeiro sobre o caso, até que Marco Aurélio Mello tome uma decisão, após o recesso, que termina no no dia 31 de janeiro. O ministro entendeu que, como Flávio Bolsonaro passou a ter foro privilegiado ao ser diplomado e tomará posse como senador em fevereiro, então caberá ao relator no STF decidir sobre a continuidade da investigação.

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.