Foto: Divulgação / Suzano (SP)

O Ministério da Educação (MEC) anunciou a criação de 108 escolas cívico-militares até 2023. Essa é uma das ações previstas no Compromisso Nacional pela Educação Básica. Essas escolas são instituições não militarizadas, mas com equipe de militares da reserva no papel de tutores.

O objetivo é implementar o modelo em 27 escolas por ano, uma por unidade da federação. Essa medida, segundo o ministério, deve atender 108 mil alunos.

Além das 27 novas escolas por ano, o governo pretende fortalecer 28 escolas cívico-militares por ano, em conjunto com os demais entes federados, totalizando 112 escolas até 2023, atendendo a aproximadamente 112 mil estudantes.

De acordo com o secretário de Educação Básica do MEC, Jânio Carlos Endo Macedo, o investimento anual será de cerca de R$ 50 milhões com a implementação destas escolas.

“Se você for ver o recurso não é grandioso. A gente estava fazendo um levantamento e deve dar em torno de R$ 40 milhões, R$ 50 milhões para o ano todo. Porque esse modelo é desenhado junto com os Estados. Quer dizer, o Estado faz a adesão ao modelo e a gente entra com o quê? Com a expertise, que é o eventual financiamento de alguma coisa que seja necessária. Nós já temos já 203 escolas cívico-militares no país que o próprio Estado estruturou. O que a gente quer é, junto com os Estados, definir um modelo padrão. Porque cada Estado, cada localidade faz de uma maneira diferente”, afirma.

Com o modelo cívico-militar, a escola muda o uniforme e sua infraestrutura, ou seja, as instalações físicas para atender ao programa, e também a gestão administrativa, que passa a ser feita pelos militares. O intuito é aumentar a média do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, o Ideb.

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.