Política

Lobista cita Henrique Alves, Eduardo Cunha e Renan Calheiros em acordo de delação na Lava Jato

cunha-e-henrique-alves
Rio de Janeiro- RJ- Henrique Eduardo Alves e Eduardo Cunha. (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)

Apontado como o operador do esquema de corrupção, o lobista Fernando Soares, mais conhecido como Fernando Baiano, indicou a integrantes do Ministério Público Federal que pretende entregar informações sobre a suposta participação de três figuras de peso do PMDB nos desvios de recurso da Petrobras. Ele negocia a delação premiada. As informações são da Folha de S. Paulo.

De acordo com as informações os três nomes seriam o do presidente do Senado, Renan Calheiros (AL), do ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves (RN), e do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (RJ). Fernando Baiano também adiantou que teria mais informações sobre a atuação de Nestor Cerveró, ex-diretor da área internacional da Petrobras.

As tratativas com o lobista começaram há cerca de um mês, em Curitiba, onde está preso em uma cela da Superintendência da Polícia Federal. Os termos da delação ainda não foram assinados, mas o acordo deve ser feito ainda na próxima semana. Com a entrega de informações aos investigadores, Fernando Baiano terá penas atenuadas pelos crimes que cometeu.

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.