Irã ameaça enriquecer urânio acima do limite a partir de 7 de julho (Foto: EPA)

(ANSA) – O presidente do Irã, Hassan Rohani, anunciou nesta quarta-feira (3) que pretende produzir urânio enriquecido acima do limite previsto no acordo nuclear de 2015 a partir do próximo dia 7 de julho.

“A partir de 7 de julho nosso grau de enriquecimento deixará de ser 3,67%. Deixamos de lado este compromisso. Vamos elevar acima de 3,67% tanto quanto desejarmos e na quantidade que necessitarmos”, declarou o mandatário. No entanto, o novo percentual de enriquecimento não chegou a ser revelado. No último dia 1º de julho, Teerã já havia confirmado que havia excedido o limite permitido de 300 kg de estoque de urânio de baixo enriquecimento após fontes locais levantarem a suspeita, violando pela primeira vez o acordo nuclear assinado em 2015, durante o mandato do ex- presidente dos Estados Unidos Barack Obama.

O Irã chegou a anunciar no mês passado que aumentaria seu estoque de urânio enriquecido, como forma de pressionar a comunidade internacional. “Se a Europa não agir a tempo contra as sanções dos EUA, o Irã dará o próximo passo no próximo domingo”, acrescentou Rohani.

A declaração é dada no momento em que o Irã e os Estados Unidos trocam acusações e ameaças, em um clima crescente de tensão, principalmente depois que Washington saiu do acordo nuclear e anunciou sanções econômicas contra os iranianos.

Teerã, por sua vez, quer que a Europa e outros signatários do tratado façam um esforço para mantê-lo. O aumento das reservas e o nível de enriquecimento pode ser usado para a produção de armas nucleares.

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.