Inverno começa neste sábado no Rio Grande do Norte

junho 19, 2020 0 Por Rafael Nicácio
Inverno começa neste sábado no Rio Grande do Norte

O inverno de 2020 começa neste sábado (20) e segue até o dia 22 de setembro, quando inicia a primavera. No Rio Grande do Norte, as análises da unidade de Meteorologia da Empresa de Pesquisa Agropecuária (EMPARN) apontam a tendência de inverno com temperaturas um pouco abaixo do normal, “devido às condições oceânicas, a maior circulação do vento, aumento da umidade e a predominância de dias nublados”.

As temperaturas médias do Estado deverão variar da seguinte maneira:

  • Junho, entre 20,8°C e 27,8°C
  • Julho, entre 19,5ºC e 28,5°C
  • Agosto, entre 20,0°C e 30ºC
  • Setembro, entre 22° e 31ºC

Poderão acontecer temperaturas variando entre 15°C e 16°C nas regiões serranas (Serra de Martins, Serra de Santana, Serra João do Vale, Serra do Doutor e Serra de São Miguel).

“Na análise global das condições oceânicas e atmosféricas, o inverno deste ano acontecerá sob a influência do Fenômeno La Niña, isto é, as águas no oceano Pacífico Equatorial estarão mais frias do que o normal durante os próximos meses. Essa condição altera um pouco as condições climáticas sobre o Nordeste Brasileiro, induzindo uma tendência de uma estação com temperaturas um pouco abaixo do normal, devido à facilidade na circulação do vento e da predominância de dias nublados com chuva”, explicou o chefe da unidade, Gilmar Bristot.

O meteorologista explica ainda que “com os ventos atuando na costa do Estado, ora de sudeste, ora de leste, e com mais umidade, as condições para ocorrência de chuvas no Leste e Agreste do Estado devem aumentar”.

Chuvas no inverno

Com relação às chuvas, a previsão para o período é de ocorrência de precipitações concentradas nas regiões Leste e Agreste, com volumes esperados de 506,5 milímetros (mm) e 226,9 mm, respectivamente.

No interior, deverão ocorrer chuvas, mas em volumes muito baixos: 73 mm na região Central e 85,1 mm no Oeste. A média de chuvas esperada é de 222,9 milímetros para o Estado no período.