Instalação da Sanovo Greenpack deve gerar 100 empregos diretos em Goianinha

Instalação da Sanovo Greenpack deve gerar 100 empregos diretos em Goianinha

Representantes da empresa Sanovo Greenpack receberam, na manhã desta quinta-feira (12), a Licença de Instalação referente à construção de uma empresa de embalagens sustentáveis para ovos e frutas, no município de Goianinha. O empreendimento é a quarta unidade da Sanovo Greenpack no Brasil, cuja produção de embalagens atualmente acontece nos estados de São Paulo, Minas Gerais e Santa Catarina.

O Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema), emitiu no mês de setembro de 2019, a Licença Prévia do futuro empreendimento. Com a instalação no Rio Grande do Norte, a pretensão da empresa é abastecer toda a região Nordeste.

Ao receber a licença, o gerente geral da Sanovo/Brasil, Edson Roberto Donzelli, agradeceu o trabalho desenvolvido pela equipe do licenciamento ambiental do Idema. “Pensamos na fábrica no Nordeste para aproveitar a proximidade de importantes clientes e custos de transporte mais baixos. Tivemos o apoio do governo para trazer essa unidade ao solo potiguar e o Idema foi um grande parceiro nosso na emissão das licenças ambientais. Estamos satisfeitos com a viabilidade do empreendimento no Rio Grande do Norte e agora vamos aguardar a Licença de Operação para executarmos nossas atividades. Teremos bastante trabalho pela frente”, afirmou Edson Donzelli.

O Nordeste do Brasil possui uma população de 57 milhões de pessoas e uma produção de 7 bilhões de ovos por ano. Em questão de tamanho, este mercado é comparável com o Reino Unido. As vendas de bandejas de ovos nessa região aumentaram 94% nos últimos 6 anos e a expectativa de vendas para o Nordeste continua sendo de crescimento.

A produção de embalagens ecológicas da Sanovo Greenpack preserva anualmente 600 mil árvores e reutiliza 700 milhões de litros de água. A Sanovo é considerada a maior empresa de embalagens sustentáveis do Brasil.

O empreendimento receberá investimentos na ordem de R$ 40 milhões e a previsão é de que a nova fábrica comece a operar no segundo semestre deste ano. A unidade será construída em uma área de 3 hectares.

Esta notícia foi interessante para você? Compartilhe com seus amigos!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: