Mundo

Indianos acreditam que bebê que nasceu com quatro braços e quatro pernas seja reencarnação de um deus Hindu

Um bebê que nasceu com quatro braços e quatro pernas está causando pânico nas ruas de Baruipur, leste da Índia, pois os habitantes locais acreditam que ele seja a reencarnação de um deus Hindu. A criança foi nomeada de “Menino Deus”, como vários membros são comuns entre as divindades hindus, as pessoas estão viajando de toda a região para a cidade para poder ver a criança. As informações são do Daily Mail.

A polícia local reclama que estão lutando para controlar as multidões, centenas de pessoas chegaram a chorar nas ruas e clamaram para ter acesso ao hospital. O defeito de nascimento do menino, dois braços e duas pernas extras, são os restos de um gêmeo subdesenvolvido.

A família do menino está muito feliz e o vê como filho do deus Hindu Brahma, que é representado com oito membros. “Quando ele saiu, não podia acreditar”, disse um parente que não teve seu nome identificado a uma TV local.  “As enfermeiras disseram que ele estava muito deformado, mas eu podia ver que isso era um sinal de Deus. Na verdade, isso é um milagre, o bebê de Deus”, completou. Um policial local disse que o menino nasceu com uma anormalidade e não tem nada de divino nisso.

Quer receber as principais notícias do Portal N10 no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Siga o Portal N10 no Google News para acompanhar nossas notícias. Clique na imagem abaixo!

Romário Nicácio

Administrador de Redes. Co-fundador do Portal N10 e do N10 Entretenimento. Redator de sites desde 2009, passando pelo Notícias da TV Brasileira (NTB), Blog Psafe e vários outros de temas variados. E-mail: romario@oportaln10.com.br

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Olá pessoal! O acesso ao nosso site é gratuito, porém precisamos da publicidade aqui presente para mantermos o projeto online. Por gentileza, considere desativar o adblock ou adicionar nosso site em sua white-list e recarregue a página.