Homem que matou ex-companheira a facadas é condenado a 18 anos de prisão
Foto: Conselho Nacional de Justiça/Portal N10

Homem que matou ex-companheira a facadas é condenado a 18 anos de prisão

dezembro 10, 2019 0 Por Rafael Nicácio

Uma sessão do tribunal do júri popular terminou com a condenação de Francisco Soares dos Santos a uma pena de 18 anos e nove meses de reclusão, em regime fechado, pela prática do crime de feminicídio. Ele foi considerado culpado pela morte de Edineide Morais da Silva, sua ex-companheira, morta com golpes de faca no dia 25 de novembro de 2018, no bairro Candelária, zona Sul de Natal.

A sentença do juiz Thiago Mattos de Matos, da 2ª Vara Criminal de Natal, considerou que o réu possui histórico de agressões contra a vítima e lhe fazia constantes ameaças, “revelando uma personalidade agressiva, egoísta e possessiva”, razão pela qual deve essa circunstância ser valorada negativamente.

“As consequências do crime lhe são desfavoráveis, frente a eliminação prematura de uma vida humana, que deixou três filhos jovens, sendo um deles menor à época dos fatos, enlutando para sempre as suas existências, e privando-lhes da companhia materna em uma fase de formação da personalidade”, ressalta o juiz.

O magistrado negou ao réu o direito de aguardar o trânsito em julgado da sentença em liberdade e manteve a sua prisão preventiva, “uma vez que persistem os motivos que ensejaram à sua prisão preventiva, notadamente haver sido o delito em tela praticado de modo cruel, evidenciando por meio de seu modus operandi e sua gravidade em concreto, a necessidade de retirada do réu do convívio social”.