Hillary Clinton se destaca em 1º debate Democrata

Hillary Clinton se destaca em 1º debate Democrata

Hillary Clinton se destaca em 1º debate Democrata

Romário Nicácio outubro 14, 2015 Mundo

(ANSA) – No primeiro debate do Partido Democrata, realizado na noite desta terça-feira, dia 13, os pré-candidatos da legenda que querem suceder Barack Obama na Presidência discutiram temas como o “emailgate”, o Oriente Médio, o controle das armas de fogo e a política econômica do país. A ex-secretária de Estado Hillary Clinton, a preferida nas pesquisas, como já era esperado, se destacou no debate, assim como um de seus opositores, o senador pelo estado de Vermont, Bernie Sanders.

Em um dos momentos de destaque, o senador apoiou a rival dizendo estar farto de debater o “emailgate”, como foi chamado o uso ilegal de Hillary de seu email particular para tratar assuntos do governo quando foi Secretária de Estado. “Estou cansado de debater essa questão, são milhares de norte-americanos que vivem na pobreza e não podemos perder tempo falando desses emails”, disse.

A ex-primeira-dama agradeceu a atitude de respeito, entre os aplausos do público presente no auditório de Las Vegas. “Eu assumi minhas responsabilidades, mas hoje não quero falar de meus e-mails, mas dos problemas dos norte-americanos”, acrescentou.

Oriente Médio

A estratégia que o país deve ter diante da situação da Síria foi o tema que gerou o primeiro enfrentamento entre Hillary e Sanders. A esposa de Bill Clinton propôs um espaço aéreo restringido. “Não quero tropas norte-americanas na Síria, mas sim uma coalizão contra o Estado Islâmico (Ei,ex-Isis) que inclua a todos, desde os países árabes até a população da região”, apontou.

Sanders, por sua vez, considerou que uma “no fly zone” seria perigosa e resultaria em graves problemas. “Não apoiarei jamais uma participação dos EUA em ações unilaterais. Farei de tudo para o país ficar longe” disso, agregou.

Armas

Hillary ainda falou de sua vontade de regular a distribuição das armas de fogo. Sanders, como representante de um estado rural, apelou pela necessidade de uma “solução comum” ao problema. A restrição do acesso às armas é uma das bandeiras do governo de Obama, apesar de ele ter sofrido derrotas neste sentido no Congresso, que tem maioria republicana.

Além de Clinton e Sanders, participaram do debate o ex-governador de Maryland, Martin O’Malley, o governador de Rhode Island, Linclin Chaff, e o senador Jim Webb.

Bill Clinton

Bill Clinton mostrou seu apoio a esposa nas redes sociais: “O que está acontecendo em Las Vegas mostra que Hillary é a mais qualificada para se tornar presidente dos Estados Unidos”, disse, usando a hashtag #EstouComEla.

Outros artigos