Governo trabalha em novo conceito para reestruturação da Roberto Freire

A Secretaria de Estado da Infraestrutura (SIN) está trabalhando na concepção de um novo conceito para o projeto de reestruturação da Avenida Engenheiro Roberto Freire, em Natal. Após assegurar as licenças ambientais, discutir com a sociedade, realizar todas as audiências públicas e obter a licença de instalação, a obra será iniciada no segundo semestre de 2016, com previsão para ser concluída em 24 meses. Serão reestruturados quatro quilômetros, entre a BR-101 e a Rota do Sol (RN-063).

O novo projeto também irá se adequar ao valor de R$ 220 Milhões que já está assegurado. “O governador solicitou que o projeto não saísse do orçamento atual e para não entrar no Parque das Dunas com vias de enrolamento. Também estamos debatendo o projeto com a sociedade para juntos chegarmos a melhor alternativa para todos”, explica o secretário de Infraestrutura, Jader Torres.

A obra da Engenheiro Roberto Freire, uma das avenidas mais importante e movimentada da cidade, tem como objetivo melhorar a mobilidade urbana da região e, consequentemente impulsionar a economia da cidade fortalecendo o desenvolvimento do turismo e do comércio local.

Através de reuniões com diversos órgãos como, o Ministério Público, Prefeitura de Natal, ciclistas, ambientalistas, comerciantes, especialistas em trânsito e representantes da sociedade organizada, está formando um novo conceito para a reorganização da Avenida e atender diversas demandas priorizando a beleza da paisagem do litoral da capital.

As audiências públicas terão como objetivo debater o projeto e são exigências para a concessão de licenças ambientais. Os ambientalistas e os grupos sociais tem uma preocupação muito forte com o Parque das Dunas. Já os comerciantes locais estão preocupados em manter ativo o comércio. Por isso o Governo trabalha para atender as solicitações e se adequar ao Ministério das cidades que prioriza o transporte de massa e a locomoção dos pedestres.

Foto: Wellington Rocha
Foto: Wellington Rocha

De acordo o engenheiro Jader Torres “Não teremos mais ênfase em uma via expressa, permanecerão alguns semáforos na avenida, mas serão eliminados os mais impactantes, localizados no Shopping Cidade Jardim e na Via Costeira. Haverá faixa exclusiva de ônibus e calçada para os pedestres em toda via. Será implantada uma ciclovia no Parque das Dunas, interligando com uma ciclovia da Via Costeira e se estendendo até a Rota do Sol”.

Segundo o secretário de Infraestrutura, Jader Torres, “A ênfase do novo projeto de reestruturação da avenida é para o pedestre, ciclistas e transporte de massa”. Serão respeitando os aspectos naturais da avenida que leva ao ponto turístico mais importante da nossa cidade, que é a Praia de Ponta Negra.

Deixe um comentário

error: Conteúdo protegido, entre em contato ([email protected]) para solicitar a matéria!