Destaques, Natal

Governo articula medidas para manter exportações no Porto de Natal

Governo articula medidas para manter exportações no Porto de Natal

A ameaça de redução das atividades do Porto de Natal foi o tema de reunião da governadora Fátima Bezerra com representantes dos 500 estivadores que atuam no terminal. As atividades foram reduzidas por decisão da operadora francesa CMA CGM que teve cargas de melão, produzido no RN, transportadas à Europa adulteradas com a inclusão de cocaína.

“A gestão do Porto é competência do Governo Federal, mas não podemos nos omitir. O terminal é importante para o nosso estado e estratégico para nossa economia”, disse Fátima Bezerra a Lenilton Fonseca Caldas, do Sindicato dos Estivadores de Natal, Jorge da Flores, Sindicato dos Conferentes e Concertadores de Natal, Abílio Gerônimo Neto, Sindicato dos Arrumadores do RN, Silvano Barbosa Bezerra, Sindicato dos Portuários do RN e ao deputado estadual Ubaldo Fernandes, que acompanhou os trabalhadores.

A redução das atividades ameaça o trabalho dos estivadores. São 120 permanentes e 350 sazonais. No período de plena safra da fruticultura no RN, em meados do ano, são embarcados no Porto de Natal entre 400 e 600 contêineres por semana. E desembarcam, vindos do exterior, aproximadamente 400 contêineres semanais. No período de entressafra da fruticultura, o porto opera principalmente com trigo e sal.

The CMA CGM Corporate Foundation for Children : the Containers of Hope Operation

Na quarta-feira, 20, Fátima recebeu o presidente da Codern, Almirante Elias Oberg que explicou a situação do Porto e a dificuldade para adquirir um scanner exigido pelas transportadoras de frutas para voltar a operar atendendo as necessidades da produção no RN.

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias em seu e-mail. O artigo continua após o formulário!

Mantemos seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam esse serviço possível. Veja nossa Política de Privacidade para mais informações.

Governo articula para não haver perdas à economia

Aos sindicalistas, a governadora explicou que está articulando junto a órgãos do Governo Federal e à bancada de deputados federais e senadores do Estado a adoção de medidas para evitar prejuízos à economia do Estado. “Estamos articulando uma força tarefa para a liberação de recursos do Orçamento Geral da União, este ano, para o Porto. Comuniquei isso ao Almirante e vamos atuar juntos para equipar e melhorar o Porto de Natal e também o Porto Ilha, em Areia Branca, que precisa de manutenção permanente”.

Na audiência, a governadora esteve acompanhada do vice-governador Antenor Roberto e do secretário-adjunto da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico – SEDEC, Sílvio Torquato.

You Might Also Like

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.