Ciência

Focas “estupram” pinguins e intrigam cientistas

Por mais que não pareça, o mundo animal as vezes é capaz de nos proporcionar momentos que podem vir a ser engraçados em um certo momento, mas que de forma geral são preocupantes, por serem fatos incomuns, como no caso das focas da ilha Mairon, localizada no Atlântico Sul.

Foto: Reprodução/ Mirror
Foto: Reprodução/ Mirror

As focas buscam copular com os pinguins-rei da ilha, elas forçam relações sexuais, e caso não atinjam a cópula, podem vir a matar  os pinguins e seguidamente comer a sua carne, fato que já ocorreu uma vez, isso segundo informações do The Huffington Post.

Confira o vídeo:

https://www.youtube.com/watch?v=H0evs5MRtD8

A atitude das focas, é comparada ao estupro no mundo humano, e isso intrigou um grupo de cientistas que trabalham com documentários sobre a vida selvagem, e apesar de não ser a primeira vez que este fato acontece, ainda não se chegou a conclusão de qual pode vir a ser o fator que faz com que as focas se portem dessa forma, mas se suspeita que a diminuição do número de focas causa essa situação desagradável principalmente para os pinguins.

 

Quer receber as principais notícias do Portal N10 no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no nosso grupo oficial. Para receber no Telegram, clique aqui

Siga o Portal N10 no Google News para acompanhar nossas notícias. Clique na imagem abaixo!

Romário Nicácio

Administrador de Redes. Co-fundador do Portal N10 e do N10 Entretenimento. Redator de sites desde 2009, passando pelo Notícias da TV Brasileira (NTB), Blog Psafe e vários outros de temas variados. E-mail: romario@oportaln10.com.br

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Olá pessoal! O acesso ao nosso site é gratuito, porém precisamos da publicidade aqui presente para mantermos o projeto online. Por gentileza, considere desativar o adblock ou adicionar nosso site em sua white-list e recarregue a página.