Imagem: CHINA MANNED SPACE ENGINEERING

(ANSA) – A estação chinesa “Tiangong-1” deverá reentrar na atmosfera terrestre às 6h25 (horário de Brasília) do domingo de Páscoa (1º), segundo a Agência Espacial Italiana (ASI).

A ASI ainda informou que “alguns fragmentos em chamas podem cair sobre a Terra entre 28 de março e 4 de abril”, podendo atingir, na Itália, “principalmente o sul da Emília-Romana”.

“Temos janelas temporais muito limitadas, portanto, se as últimas análises confirmarem a possibilidade de que fragmentos do satélite possam afetar nosso país, teremos a obrigação de informar os cidadãos da maneira mais clara possível”, disse o chefe do Departamento de Proteção Civil, Angelo Borrelli.

A “Tiangong-1” (“Paraíso Celestial 1”, em tradução livre) foi lançada em 2011 e seu objetivo era ser um “teste” para futuras instalações chinesas no espaço. No entanto, a estação perdeu contato com a Terra em 2016. Desde então, as agências espaciais vêm acompanhando sua trajetória.

A “Tiangong-1” possui 10,4 metros de comprimento e 3,4 de largura, e seu peso gira em torno de 8,5 toneladas.

No entanto, acredita-se que parte dela seja destruída ao colidir com a atmosfera terrestre, e somente “fragmentos” resistam ao impacto.

A Agência Espacial Europeia (ESA) informou que os “pedaços” da estação atingirão a região entre os 43º de latitude norte e 43º ao sul – área que abriga Brasil, Itália e os continentes africano e asiático.

Assine nossa Newsletter e receba as principais notícias do Portal N10 em seu Whatsapp totalmente grátis. Clique no ícone do WhatsApp para ser incluído (não se esqueça de salvar nosso número na sua lista de contato!).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.