Thiago Silva no Flu? Chelsea firma condições para saída

Thiago Silva, do Chelsea (Paul Terry / Sportimage/icon Sport)

Atualmente no Chelsea, o zagueiro Thiago Silva pode retornar ao Fluminense ao final da temporada europeia. Segundo informações do jornal britânico “The Telegraph“, o jogador de 38 anos teria decidido pedir a rescisão do seu contrato com o clube inglês.

Considerado uma da referências da equipe londrina, Thiago Silva, renovou recentemente seu contrato com o clube inglês até junho de 2024. No entanto, o retorno de Marcelo ao Fluminense e o atual momento do Tricolor teriam despertado o interesse do zagueiro em voltar ao clube carioca.

O presidente do Fluminense, Mario Bittencourt, tem se manifestado sobre a possibilidade do retorno do ídolo da Seleção Brasileira. Bittencourt afirmou que o acerto deverá acontecer quando o defensor encerrar sua participação no Chelsea, seja este ano ou no próximo.

Ídolo do tricolor carioca, Thiago Silva falou recentemente sobre o carinho que tem pelo clube das Laranjeiras:

O Fluminense é o clube onde eu gostaria de terminar. Foi o clube onde joguei depois da minha doença e é o clube que me abriu as portas depois dessa fase e acreditou em mim quando ninguém pensava que Thiago Silva ainda daria certo como jogador. Por incrível que pareça, é o clube que eu torço também”.

O xerifão dos blues (como é conhecida a equipe inglês) refere-se a um caso ocorrido no início da sua carreira em 2006. Na época, o Fluminense o aceitou por empréstimo depois que ele contraiu tuberculose enquanto estava emprestado ao Dínamo de Moscou.

Desde então, o jogador construiu uma carreira sólida no futebol europeu, passando por equipes como Milan, Paris Saint-Germain e Chelsea.

A possível volta de Thiago Silva ao Fluminense desperta grande expectativa entre os torcedores do clube. Com sua experiência e qualidade técnica, o zagueiro seria uma importante adição ao elenco do técnico Fernando Diniz.

Embora o Chelsea não esteja disposto a dificultar a saída de Thiago Silva, ainda não se sabe se haverá a necessidade de pagamento de uma taxa de transferência para concretizar negócio.

COMPARTILHE: