A despedida do ‘Tanque’: Wallace Pernambucano anuncia sua saída do América

O jogador usou as suas redes sociais para anunciar a saída do Alvirrubro Potiguar e destacar a importância do clube em sua carreira.
A despedida do 'Tanque': Wallace Pernambucano anuncia sua saída do América (Foto: Canindé Pereira/América FC)
A despedida do 'Tanque': Wallace Pernambucano anuncia sua saída do América (Foto: Canindé Pereira/América FC)

No América-RN a duas temporadas, o centroavante Wallace Pernambucano anunciou nesta quarta-feira (11) a sua despedida do clube. O Tanque, como ficou conhecido por suas características físicas de jogo, encerra sua segunda passagem pelo Mecão como o terceiro maior artilheiro da história do clube.

Aos 36 anos, Wallace Pernambucano deixa o América-RN em um momento amargo na história do clube. Nesta temporada na Série C, alternou momentos entre banco e titularidade, marcando apenas dois gols em 18 partidas pelo clube na competição.

Para além da capacidade técnica, o jogo físico de Wallace Pernambucano também foi o que lhe destacou no América-RN (Foto: Canindé Pereira/América FC)

Peça fundamental na conquista do Campeonato Potiguar, anotou 10 gols e 6 assistências em 13 jogos disputados, o Tanque carregou em seus ombros a esperança do América-RN de fazer uma boa Série C e até mesmo alcançar o acesso a segunda divisão nacional. No ano atuou em 33 partidas e anotou 16 gols e 7 assistências.

Apesar disso na prática as coisas não fluíram como esperado e a equipe potiguar acabou rebaixada a Série D. Assim, o momento da equipe aliado a recente reformulação no departamento de futebol promovida pela mudança para o modelo SAF, certamente pesaram na saída do jogador.

‘Um Tanque com coração de Ferro, pintado de vermelho’

Wallace Pernambucano deixou o América-RN como o terceiro maior artilheiro da história do clube. Com a camisa americana, foram 67 gols e 25 assistências ao longo de 130 jogos.

Em sua despedida ao torcedor americano, o Tanque abriu o seu ‘coração de ferro‘. “Hoje é um dia de emoções fortes, de gratidão e de saudades antecipadas. Foram quatro temporadas incríveis vestindo a camisa do América, e é com um nó na garganta que me despeço desse clube que aprendi a amar e respeitar”, iniciou o jogador.

Além do América-RN, Wallace defendeu outros gigantes do nordeste como Santa Cruz, Náutico e Ceará. Contudo, o carinho e admiração que conquistou do torcedor potiguar marcou o jogador, que fez questão de destacar isso em sua despedida do clube.

O Mecão não é apenas um clube para mim, é uma parte da minha história, da minha vida. Quero agradecer a todos os torcedores, companheiros de equipe, comissões técnicas e diretorias por todo o apoio e carinho que recebi durante essa jornada. Cada gol, cada vitória, cada derrota, foram capítulos inesquecíveis dessa trajetória”, reconheceu o Tanque.

Ainda na sua última publicação como jogador do América-RN, o Camisa 9 aproveitou o momento para declarar meu amor ao clube. “A vida me fez América, e eu fiz do América minha vida”, finalizou o artilheiro.

COMPARTILHE: